SP tem o maior crescimento no número de empregos formais até novembro

O estado respondeu por quase 800 mil postos com carteira assinada, o que representa 40,5% das vagas do País

SÃO PAULO – O número de novas vagas de emprego formal no estado de São Paulo teve o maior crescimento da história, com 785.444 novos postos de trabalho entre janeiro e novembro de 2007.

O resultado obtido pelo estado também é 28,13% maior que o do mesmo período do ano passado, quando foram formalizados 613.003 trabalhadores. Somente na região metropolitana surgiram 366.568 novas vagas, número maior que o de toda a região Sul (354.575).

Quase metade das vagas do país

Segundo o Ministério do Trabalho e Emprego, o número de novas colocações em SP corresponde a 40,5% do total de vagas criadas em todo o País, 1,9 milhão até o penúltimo mês deste ano. De cada dez vagas criadas no Brasil, quatro estavam em São Paulo.

PUBLICIDADE

O saldo do estado é quatro vezes maior que o do segundo colocado, Minas Gerais, que teve 197.845 novos postos gerados.

Setores

De acordo com dados do Caged (Cadastro Geral de Empregos e Desempregados), todos os setores de atividade econômica contribuíram para o crescimento, com destaque para Serviços, que teve a geração de 265.660 novas vagas.

Outros setores que também tiveram grande crescimento no emprego formal foram Indústria de Transformação (216.416) e Comércio (132.696).

Dados do mês

Considerando-se somente o mês de novembro, 30.277 novas vagas de empregos com carteira assinada foram criadas em São Paulo, o que representa um aumento de 0,31% na comparação com outubro.

O Comércio foi o setor com maior número de efetivações, 29.704. Somente no Comércio Varejista, houve incremento de 26.620 trabalhadores. Logo após aparecem Serviços, com 26.700 vagas, e Construção Civil, com 4.528.

Porém, no setor de Agropecuária e Indústria de Transformação, houve recuo na formalização de postos no décimo primeiro mês do ano, com a queda de 22.146 e 8.928 vagas, respectivamente.

As cidades de São Paulo (27.347), Barueri (4.214), Campinas (2.788), Guarulhos (1.722) e Jundiaí (1.617) foram as que mais registraram novas vagas de emprego formal.