Mais emprego

SP: emprego no comércio cresceu 3,4% em junho, diz Fecomercio

No sexto mês do ano, foram contratadas 46.190 pessoas e 45.089 foram demitidas, com isso o saldo de empregados formais ficou em 982.593

SÃO PAULO – O nível de emprego do comércio varejista da Região Metropolitana de São Paulo registrou crescimento de 3,4% em junho, na comparação com o mesmo mês de 2011. É o que revela um levantamento divulgado pela Fecomercio-SP (Federação do Comércio do Estado de São Paulo) nesta segunda-feira (17).

No sexto mês do ano, foram contratadas 46.190 pessoas e 45.089 foram demitidas, com isso o saldo de empregados formais ficou em 982.593. Em relação a maio de 2012, foram criados, aproximadamente, 1,1 mil novos postos de trabalho.

Rotatividade
Sobre a rotatividade, os dados indicam que a taxa de admitidos passou de 4,8% em maio para 4,7% em junho e a de demitidos recuou de 4,8% para 4,6% no mesmo período. Os setores que encerraram o mês de junho com taxas de admissão maiores foram os de Vestuário, Tecidos e Calçados (6,2%), seguido por Supermercados (5,2%), e Farmácias e Perfumarias empatado com Moveis e Decoração (4,5%).

PUBLICIDADE

Sobre a pesquisa
O estudo analisa o nível de emprego do comércio na Região Metropolitana de São Paulo por meio de dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). São utilizados os dados primários do Caged e em posse do código CNAE do comércio varejista, a federação consolida os dados em 12 ramos de atividades e obtém o número de empregados mensais, demitidos e admitidos. A pesquisa de Emprego e Salário é apurada mensalmente desde janeiro de 2008.