SP é o estado que mais gera empregos em 2008

Foram criados 64.065 postos em julho, um crescimento de 0,63% em relação ao mês anterior. Destaca-se o setor de Serviços, que gerou 20 mil vagas

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – De acordo com os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego, no ano em que o Brasil bateu recorde de geração de empregos no mês de julho, São Paulo não desapontou.

Com 64.065 empregos, o estado é o que mais cria vagas no país. Os números refletem uma expansão de 0,63% em relação ao estoque de assalariados do mês anterior.

Atividades econômicas

Dentre os setores de atividade econômica que contribuíram para o elevado número de vagas no mês de julho, destaca-se o de Serviços que, sozinho, foi responsável pela contratação de quase 20 mil trabalhadores com carteira assinada.

Aprenda a investir na bolsa

A Agropecuária também teve participação importante, visto que os 13.659 postos gerados representaram um crescimento de 2,48% em relação ao mês de junho.

Vale lembrar que o Comércio e a Indústria de Transformação participaram com saldo de 11.151 e 10.262 postos, respectivamente.

Destaques por regiões

Outro ponto que merece ênfase refere-se ao número de empregos registrados na Grande São Paulo. Com 31.392 vagas geradas em julho, a região apresentou um crescimento de 0,59% sobre o mês anterior.

Esse aumento garantiu o melhor resultado absoluto e relativo de toda a série histórica do Caged, em relação ao mesmo período de outros anos.

Já o interior seguiu a tendência nacional e registrou mais contratações que a área metropolitana. Ao todo, foram 32.673 postos – 4.899 a mais que o mesmo período do ano anterior -, impulsionados principalmente pela sazonalidade dos ciclos agrícolas.

Acumulado

Em relação aos primeiros sete meses de 2008, o estado de São Paulo também foi destaque, com 641.810 postos gerados. O crescimento de 6,67% sobre o estoque do mês de dezembro foi fundamental para garantir, inclusive, o melhor desempenho absoluto dentre as unidades da federação, da Região Sudeste e do país.

PUBLICIDADE

De janeiro a julho de 2007, o estado havia criado 545.582 postos, representando um crescimento de 6,06% frente ao estoque de dezembro de 2006.

Importante destacar que, na comparação individual, entre os meses de julho de 2007 e de 2008, este ano se sobressaiu, com a geração de 4.658 vagas a mais que o mesmo período do ano passado.