Síndrome da pressa: conheça o mal que prejudica seu desempenho no trabalho

Dois fatores podem causar a síndrome: uma personalidade ansiosa e a grande demanda no emprego

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Você não consegue assistir a nenhum filme inteiro? Acha que todo mundo tem um ritmo meio lento? Vive atarefado e tenso a todo o momento? Pois saiba que esses são sintomas de um mal da atualidade: a síndrome da pressa.

De acordo com a vice-presidente da ABQV (Associação Brasileira de Qualidade de Vida), Sâmia Simurro, dois fatores podem causar a síndrome, sendo o primeiro deles a personalidade ansiosa do indivíduo e o segundo, uma grande demanda no mundo corporativo.

“As pessoas têm a tendência natural de querer atender toda a demanda e se envolvem de tal maneira que não conseguem entender que têm que deixar algumas coisas de lado”. Por isso, ficam com a sensação de que estão devendo algo em casa e no trabalho.

Sintomas

Ainda segundo Sâmia, a síndrome é fácil de ser definida. “A pessoa não consegue fazer uma tarefa com calma, não consegue amadurecer a atividade. Faz tudo rápido, mesmo que não tenha toda essa urgência”.

Os sintomas são bastante claros, mas as pessoas demoram a perceber que estão com a síndrome. Elas têm dificuldade de concentração, não têm paciência para ficarem paradas, não conseguem fazer uma atividade só, estão sempre na correria e tensas na hora de agir.

“Muitas vezes não percebem que estão com a síndrome, só quando alguém que está próximo aponta que não há necessidade de fazer tudo com tanta pressa. Até no lazer elas têm pressa. Essa percepção do ritmo acelerado pode não vir sozinha”.

Consequências

No ambiente de trabalho, a síndrome pode causar conflitos e queda no desempenho, afinal, quem faz tudo com pressa pode recorrer em erros, “porque não teve toda a atenção e a calma necessárias”. Além disso, se irritam facilmente com pessoas mais lentas.

O problema da atualidade, que surgiu devido ao excesso de informação e de tarefas, tem um tratamento que implica em fazer um treinamento de controle da ansiedade e de gerenciamento do tempo.

“Se percebeu que começou a atrapalhar as atividades normais, busque um psicólogo ou um médico que possa fazer o diagnóstico preciso”. Para melhorar a compreensão sobre o assunto, Sâmia explicou que a síndrome é um conjunto de sintomas e sinais que prejudicam a saúde física e mental da pessoa.

PUBLICIDADE

Ela ainda afirmou que as crianças são sérias candidatas a apresentar a síndrome, com demandas como as de adultos: inglês, aula de instrumentos, ginástica e colégio. “Hoje, a formação é muito intensa”.

Desacelere

O escritor escocês Carl Honoré acredita que a velocidade a que a população mundial chegou para cumprir suas atividades mais atrapalha do que ajuda, e lançou o movimento “Devagar”.

De acordo com ele, nossa cultura é baseada em ter cada vez mais, mas nossa vida não pode ser regrada pela produtividade, renda e consumo.

Ainda de acordo com o escritor, ser “Devagar” não significa trabalhar menos, e sim de forma mais eficiente. “Trabalho o mesmo tanto de horas que trabalhava antes de desacelerar, só que agora com mais produtividade. Muitas pessoas percebem que não ganham menos com a desaceleração – algumas vezes, ganham até mais!”.