Capacitação

Setor de franquias busca profissionais qualificados para atender crescimento

Setor cresceu 20% em apenas um ano e somou faturamento superior a R$ 75 bilhões, gerando oportunidades

Business Executives Listening to Their CEO at a Conference Room Meeting

SÃO PAULO – Um setor que cresce a uma taxa de 20% em um ano e que fatura mais de R$ 75 bilhões é, com certeza, um setor que gera milhares de oportunidades e possibilidades para profissionais no mercado. Mesmo assim, o segmento de franquias ainda conta com poucos profissionais especializados no mercado de trabalho.

Excetuando-se algumas consultorias, assessorias e profissionais que atuam na expansão e gestão das marcas de franqueados, ainda existem poucos cursos que formam para o setor, bem como profissionais com experiência para chegar a atuar de imediato em empresas desse mercado.

A consultora em franquias da Consultoria Bittencourt, Cláudia Bittencourt, vê um cenário de grandes oportunidades para quem olhar o franchising com um pouco mais de dedicação. “O sistema de franquia gera diversas oportunidades, tanto para o mercado quanto para o empreendedor. Há oportunidades para fornecedores de serviços para o sistema, programas de gestão, desenvolvimento de software, capacitação, programas de retenção de talentos, benefícios, estruturação das redes e capacitação dos profissionais”, lista Cláudia.

PUBLICIDADE

O momento atual, segundo Cláudia, coloca, de um lado, um mercado em franco aquecimento, e do outro, vários gaps de falta de pessoal especializado. “Sabemos que existem muitas pessoas e consultorias especializadas em empresas, mas poucos conhecem as particularidades dos sistemas de franquias e, para quem atua com o negócio de franchising, esse conhecimento faz toda diferença”, avalia.

Perfil
É por isso que, antes de qualquer capacitação, Cláudia recomenda que o profissional que deseja atuar com franqueados, franqueadores ou profissionais de franquias esteja muito alinhado com as demandas e questões específicas do setor. “Conheça um pouco das características dos franqueados, construa um know-how sobre o segmento e saiba as especificidades que envolvem a expansão e construção de uma rede”, recomenda a especialista.

Segundo a consultora, para quem se interessa por atuar com franchising, já há algumas – embora sejam poucas – opções de cursos on-line na área de franchising. Esses cursos são oferecidos, principalmente, por consultorias e empresas de assessoria em franchising e também pela ABF (Associação Brasileira de Franchising).

Entre os conhecimentos considerados indispensáveis por Cláudia, estão a legislação em franchising, a formatação deste tipo de negócio, os cases de sucesso no mercado (e suas respectivas características) e a evolução do negócio. “Tem vantagem os consultores com experiência em finanças, processos e estratégia, que terão mais facilidade para assimilar as individualidades deste negócio”, explica.

Além de profissionais que ajudam na formatação da criação e desenvolvimento de franquias, faltam profissionais para trabalhar com expansão e atualização da rede. “Não temos esses profissionais na quantidade demandada pelo mercado. Os que têm essa experiência vão de uma rede para outra, com salários inflacionados, gerando um custo alto para as franqueadoras”, revela Cláudia.

Para atender à demanda por pessoal qualificado, Cláudia identifica que as empresas estão investindo em capacitação de pessoas que tenham um perfil potencialmente adequado a suas demandas. “Porque está realmente difícil de encontrar esses profissionais no mercado”, avalia.