Nem todos se deram bem

Setor de atacado teve o maior aumento salarial em 2015; e o seu?

Em segundo lugar está o setor de água e departamento, que registrou um aumento de 30% na remuneração

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Um recente levantamento da Love Mondays, além de revelar que oito em cada dez profissões receberam um aumento salarial abaixo da inflação média deste ano, também apontou que, por outro lado, o setor que teve o maior reajuste salarial foi o setor de atacado, cujo aumento foi de 33% – de R$ 1.346,06 para R$ 1.749,99.

Em segundo lugar está o setor de água e saneamento, que registrou um aumento de 30% na remuneração, passando de R$ 2.696,83 de 2014 para R$ 3.499,54. Bens de consumo, metalurgia e mineração e agropecuária completam o top 5 dos setores que mais se beneficiaram.

“Não é para todos que a alta do dólar tem um impacto negativo. Em alguns setores, como o de commodities agrícolas e minerais, o preço dos produtos se tornam mais competitivos no mercado internacional, o que impulsiona as exportações. Com crescimento das vendas é natural que as empresas aumentem o quadro de funcionários ou remunerem melhor os atuais funcionários”, explicou a CEO da Love Mondays, Luciana Caletti.

PUBLICIDADE

Em termos de profissões, os mais afetados pela crise foram gerentes, supervisores e professores.

Confira o ranking dos setores que tiveram menor e maior variação de salário:

Setores Salário de 2014 Salário de 2015 % variação 
Serviços a empresas R$ 2.637,73R$ 2.433,36-8%
TêxteisR$ 2.385,18R$ 2.203,68-8%
TI e TelecomR$ 4.165,82R$ 3.937,79-5%
EletrônicoR$ 3.975,69R$ 3.841,65-3%
Papel e celuloseR$ 3.506,08R$ 3.450,47-2%
Farmacêutica e saúde R$ 2.674,33R$ 2.647,80-1%
Consultoria e contabilidade R$ 3.652,67R$ 3.636,580%
EducaçãoR$ 2.953,21R$ 2.940,800%
Governo, ONG e associações R$ 3.180,63R$ 3.263,023%
Transportes e logísticasR$ 2.692,05R$ 2.807,294%
Químico R$ 3.564,84R$ 3.717,814%
AutomotivoR$ 3.417,59R$ 3.611,206%
Mídia e ComunicaçãoR$ 3.158,90R$ 3.347,176%
VarejoR$ 1.886,83R$ 2.069,2410%
Construção e engenhariaR$ 3.284,76R$ 3.690,6412%
Viagens, turismo e lazerR$ 2.025,15R$ 2.315,2414%
Serviços ao consumidorR$ 1.869,83R$ 2.171,8016%
Serviços financeirosR$ 3.464,90R$ 4.079,4118%
EnergiaR$ 3.792,34R$ 4.506,4719%
Manufatura industrialR$ 3.136,38R$ 3.770,2220%
AgropecuáriaR$ 2.840,37R$ 3.471,5422%
Metalurgia e mineraçãoR$ 3.318,47R$ 4.124,6124%
Bens de consumoR$ 2.568,06R$ 3.211,2325%
Bares e restaurantesR$ 1.190,61R$ 1.502,2126%
Água e saneamentoR$ 2.696,83R$ 3.499,6430%
AtacadoR$ 1.346,06R$ 1.794,9933%

 

R$         2.637,73