Setor calçadista gerou 9,2 mil postos de trabalho em março

Para Abicalçados, números confirmam as expectativas sobre a retomada dos níveis de produção em 2010

SÃO PAULO – O setor calçadista foi responsável pela abertura de 9,2 mil postos de trabalho em março. Com esse resultado, o setor passou a ter 347 mil trabalhadores, o que representa alta de 10% ante igual período do ano passado. No terceiro mês de 2009, por sua vez, o saldo registrado era de 4,4 mil empregos.

Os dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), divulgados pela Abiçalçados (Associação Brasileira das Indústrias de Calçados), apontam ainda que, no primeiro trimestre deste ano, foram geradas 27 mil vagas de emprego no setor.

Para a associação, esses números confirmam as expectativas sobre a retomada dos níveis de produção em 2010. “Estamos cumprindo a promessa de gerar mais empregos. Queremos chegar a 400 mil postos no próximo ano”, declarou o presidente da entidade, Milton Cardoso.

PUBLICIDADE

Tarifa antidumping
A Abicalçados afirma também que os dados apontam o acerto do governo federal, por meio da Câmara do Comércio Exterior, em efetivar a tarifa antidumping em março, inibindo a entrada de calçados importados da China.

No trimestre, as importações procedentes desse país caíram 62%, quando o Brasil comprou 4 milhões de pares de calçados.