AO VIVO Estrategista-chefe da XP mostra estratégia para quem deseja viver de renda

Estrategista-chefe da XP mostra estratégia para quem deseja viver de renda

Servidor ganha até 82,50% mais do que o profissional do setor privado

Diferenciais de salário para nível superior em esfera federal chegam a 69,2% e, para nível médio na esfera federal, a 71,8%

SÃO PAULO – Atualmente, prestar um concurso público e se tornar um servidor parece ser a melhor saída para quem procura estabilidade e tranqüilidade financeira. Explica-se: a diferença entre os salários dos servidores estaduais e dos trabalhadores do setor privado chega a 82,50%, para valores médios obtidos entre 1995 e 2005.

A conclusão é de um estudo do professor Nelson Marconi, da Fundação Getúlio Vargas, de São Paulo. Segundo ele, funcionários das três esferas do governo – federal, estadual e municipal, de todos os níveis escolares (com exceção do nível superior para a esfera municipal), ganham mais do que os profissionais de empresas privadas.

Diferenciais

Os diferenciais de salário que mais chamam atenção são os do nível superior em esfera federal (69,2%) e nível médio nas esferas federal (71,8%) e estadual (61,1%). Já na análise por estados, o Amapá lidera o abismo entre os ganhos do servidor público e funcionário de empresa privada, com índice de 82,50%.

PUBLICIDADE

Observe a análise regional:

RegiãoDiferencial
Norte35,50%
Nordeste24,60%
Centro-Oeste23,30%
Sudeste11,70%
Sul4,60%

Diferenciais por nível de escolaridade
Nível de escolaridadeFederalEstadualMunicipal
Superior69,2%10,5%-13,9%
Médio71,8%61,1%8,7%
Fundamental31,4%48,1%13,8%

Fonte: estudo de Nelson Marconi, da FGV-SP

Salários

Nos postos de trabalho intermediários, em termos hierárquicos, o funcionário do setor público recebe mais do que o do privado, também de acordo com pesquisa do Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada).

Segundo o levantamento, um técnico recebe R$ 1.922,74 da iniciativa privada e R$ 2.171,55 da pública, e um funcionário do setor de serviços recebe R$ 1.237,36 das empresa privadas e R$ 2.120,13 das públicas. A média dessa diferença é de um terço dos salários pagos em favor dos estatutários da administração pública.