Serasa revela que 46% dos empresários apostam em alta do desemprego

Para o primeiro trimestre, 46% dos empresários acreditam em alta do desemprego e somente 24%, na queda

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Entre os empresários entrevistados para a Pesquisa Serasa de Perspectiva Empresarial, para este primeiro trimestre, 46% acreditam que haverá alta do desemprego, 30% apostam na estabilidade e 24% na queda do desemprego.

Já a perspectiva para seis meses é de crescimento do desemprego para 41% dos entrevistados, estabilidade para 38% e redução para 21%. O levantamento foi divulgado nesta quarta-feira (6).

Quanto à renda do brasileiro, 43% dos empresários acreditam no crescimento e 41%, na estabilidade, para o primeiro trimestre do ano. Para o semestre, entretanto, o percentual de entrevistados que esperam aumento é de 47%, e estabilidade é de 38%.

Perspectiva para 2008

Aprenda a investir na bolsa

Ao contrário do que indica a pesquisa da Serasa, analistas econômicos do Dieese (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos) e da Seade (Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados) afirmam que o número de vagas tende a crescer ainda mais em 2008 na comparação com o ano passado.

A pesquisa de Emprego e Desemprego do Dieese e da Seade indica que os investimentos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) têm se refletido em aumento do emprego em 39 municípios da região metropolitana de São Paulo.

O diretor-técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio, garante que alguns setores mais beneficiados pelo PAC, como o da construção civil, passarão a se concentrar na qualificação da mão-de-obra. “A construção civil, por exemplo, deve começar a disputar profissionais mais qualificados, com melhor preparo.”