Senadores pedem reajuste de 80% do PIB para aposentados

Se aprovada, emenda deverá beneficiar cerca de 9 milhões de aposentados que recebem mais que um salário mínimo

SÃO PAULO – Na próxima terça-feira (25), será o último dia para a apresentação de emendas ao Orçamento. Seguindo este cronograma, o deputado federal e presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva, apresentará uma emenda à LOA (Lei Orçamentária Anual), reivindicando reajuste de 80% do PIB mais a inflação para aposentados e pensionistas que ganham acima do piso nacional. “Vou conversar com os deputados e líderes partidários e recolher o maior número possível de assinaturas de apoio à Emenda”, afirma o deputado.

Caso seja aprovada, a emenda deve beneficiar cerca de 9 milhões de aposentados que recebem valores acima do salário mínimo.

Aposentados
O senador Paulo Paim (PT-RS) sugeriu que os idosos se mobilizem, a fim pressionar os parlamentares, pois, em janeiro, eles deverão receber metade do reajuste que será dado ao salário mínimo.

PUBLICIDADE

 

Durante sua participação no 20º Congresso Nacional dos Aposentados, Pensionistas e Idosos, realizado em Caldas Novas (GO) na última sexta-feira (21), o senador fez um apelo aos senadores e deputados da CMO (Comissão Mista de Planos, Orçamentos Públicos e Fiscalização), para que seja aprovada uma emenda que garanta pelo menos 80% da variação do PIB (Produto Interno Bruto) no reajuste de janeiro. De acordo com a Agência Senado, o discurso foi transmitido ao vivo, pela internet.

 

Varig
Os aposentados do Aeros, fundo de pensão dos ex-funcionários da Varig, também estão na pauta dos senadores.

Durante o Congresso, o senador Álvaro Dias (PSDB-PR) afirmou que está espantado com a insensibilidade do governo em relação a esses aposentados e aproveitou o momento para fazer um apelo direto à presidente Dilma Rousseff para que o governo acorde para o drama dos aposentados do Aeros.

Paim lembrou que, junto com Álvaro Dias, fez várias incursões no governo e no Poder Judiciário para tentar resolver a questão do Aeros. Ele lamentou que a maioria daqueles aposentados já tenha morrido após a falência do fundo.