Empreendedorismo

Seis em cada dez universitários brasileiros pensam em abrir o próprio negócio

Foram entrevistados 6.215 estudantes universitários brasileiros, de todas as regiões do País; 8,8% deles já são empreendedores

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – As maioria dos estudantes brasileiros, 60% deles, pensa em abrir um negócio no futuro. Os dados são da Pesquisa Empreendedorismo em Universidades Brasileiras, realizada pelo Endeavor.

Entre os universitários entrevistados, 8,8% já são empreendedores, sendo que mais de 80% das empresas são consideradas microempresas e 94,8% possuem até 10 funcionários.

Foram entrevistados 6.215 estudantes universitários brasileiros, de todas as regiões do País, que responderam perguntas referentes à sua exposição ao empreendedorismo, suas aspirações, confiança em suas capacidades e resultados que esperam ao abrir uma empresa.

Aprenda a investir na bolsa

Educação
Entre aqueles que pensam em ter seu próprio negócio, apenas 38,1% procura aprender a iniciar um novo negócio, enquanto 24% afirma estar economizando dinheiro para começar um novo negócio.

Dos entrevistados, 44,2% cursaram uma disciplina ligada a empreendedorismo. A pesquisa revela que 28% dos universitários já trabalharam recebendo salário em empresa recém-criada e 25,9% deles em empresas iniciais.

O estudo mostra ainda que os homens tendem a pensar mais em empreender que as mulheres. Os estudantes homens representam 67,5% e as mulheres, 51,7%.

Confiança e experiência
Mais de 70% dos entrevistados que trabalham ou já tiveram um emprego remunerado, em empresas recém-criadas ou em estágio inicial, disseram estar mais confiantes em começar um negócio próprio.

Para 60,2% dos universitários, a opinião dos pais é considerada “importante” ou “extremamente importante” na hora de decidir iniciar um novo negócio e para 52,3% ela é “positiva” ou “muito positiva”. Entre os pais dos universitários, 62,8% já empreendem também possui um negócio próprio.