salário mínimo

Seattle aprova salário mínimo de US$ 15

O valor a ser pago por hora será o maior dos Estados Unidos

SÃO PAULO – O Conselho Municipal de Seattle aprovou por unanimidade o salário mínimo de US$ 15 por hora. O valor, acima do atual piso estadual de US$ 9,32 de Washington, era uma promessa do prefeito democrata, Ed Murray. As informações são do Seattle Times

Com o aumento, um trabalhador de Seattle ganhará cerca de US$ 1,2 mil por mês, ou R$ 2.662,68, de acordo com a cotação desta segunda-feira (23) do Banco Central. O plano prevê reajuste gradual até 2021, sendo o primeiro já para abril do ano que vem.

O resultado foi aplaudido por trabalhadores e sindicatos, principalmente por profissionais de redes de fast food que iniciaram greves sobre o assunto. A medida, no entanto, não agradou os empresários.

PUBLICIDADE

“Nenhuma cidade ou estado foi tão longe. Entramos em um território inexplorado”, ressalvou Sally Clark, membro do Conselho da cidade, sobre conceder o maior salário mínimo do país.

Para Murray, aumentar o salário mínimo foi um passo corajoso para enfrentar o que chamou de três décadas de política econômico que resultou em um desmantelamento da classe média. “Hoje, optamos por medidas que servirão como um modelo para o resto do país seguir.”