Saques do PIS/Pasep atingem quase 90% do total e batem recorde

No exercício de 2009/2010, 14,8 milhões dos 16,6 milhões de trabalhadores identificados já sacaram o abono

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O número de trabalhadores que sacaram o abono do PIS/Pasep atingiu recorde no calendário 2009/2010.

Até o dia 30 de novembro, 14,8 milhões de pessoas tinham feito o saque do abono no valor de um salário mínimo (R$ 465), o que representa 89,42% do total de trabalhadores que têm direito a ele. No calendário 2008/2009, 87,3% de saques foram feitos.

“O abono salarial é uma espécie de décimo quarto salário para uma faixa específica de trabalhadores, e o governo está fazendo a sua parte para que ele não fique sem sacá-lo. Esse salário a mais tem grande impacto para os trabalhadores de baixa renda. Isso ajuda em muito o trabalhador”, afirmou o ministro do Trabalho, Carlos Lupi.

Aprenda a investir na bolsa

Exercício atual
O exercício 2009/2010 teve início em 1º de julho deste ano e deve terminar no dia 30 de junho de 2010, quando 16,6 milhões de pessoas devem ter sacado o benefício.

O Sudeste se destaca em número de trabalhadores identificados, com 7,8 milhões, sendo que 88,75% já fizeram o saque. Em seguida, está o Nordeste, com 3,6 milhões de participantes e 92,81% de saques. No Sul, estão 3 milhões de pessoas com direito ao saque e 89,8% já o fizeram.

O abono
O PIS/Pasep é um abono correspondente ao valor de um salário mínimo pago anualmente aos trabalhadores que recebem, em média, até dois salários mínimos mensais no ano-base. Eles devem estar cadastrados no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e devem ter trabalhado no mínimo 30 dias no ano-base – neste caso, 2008.

O saque deve ser feito na Caixa Econômica Federal, no caso de trabalhadores cujo contrato de trabalho é feito por meio da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), ou pelo Banco do Brasil, no caso dos servidores públicos. Para efetuar o saque, é preciso informar o número do PIS ou Pasep e apresentar a carteira de identidade.