Em carreira / salarios

A "fórmula mágica" para arrancar o 'sim' do chefe quando for pedir um aumento

No programa Carreiras do Mercado, o gerente sênior da Michael Page, Renato Villalba, deu dicas valiosas de como se preparar para esse momento 

SÃO PAULO - No mundo profissional, alguns assuntos são delicados e devem ser tratados com cuidado. Um pedido de aumento, provavelmente, está no top 3 desta lista. 

Uma coisa é fato: todo mundo quer sair dessa reunião com o chefe tendo ouvido um "sim". O que geralmente não acontece. Mas na edição do programa Carreiras do Mercado, o convidado, gerente sênior da consultoria de RH Michael Page, Renato Villalba, apresentou o que ele considera a "fórmula mágica" do aumento de salário. 

"Tem que dizer porque quer o aumento e quanto quer de forma muito clara e embasada, para mostrar que está informado e que tem propriedade do que está falando. Mais do que isso, você deve pedir mais oportunidades e não apenas dinheiro. Esse é um discurso mais bem aceito", afirma Villalba.

Segundo ele, esses dois pontos são essenciais para que a área que está cedendo o aumento entender os motivos do seu pedido. Ou seja, a dica é oferecer um discurso fundado em buscar novos desafios e oportunidades e não apenas dinheiro - propriamente dito. "Querer crescer profissionalmente soa melhor na negociação", diz. 

Preparação: avalie se deve pedir o aumento e como fazer isso 

Quando o especialista em RH afirma que é preciso levar argumentos "bem embasados", se refere a dados, fatos, números e resultados entregues. "Use planilhas, gráficos,exemplos e tudo isso deve ser bem apresentado de forma concreta", diz. 

Mas antes de você apresentar essas informações em uma reunião formal, faça uma análise de si mesmo. "A primeira pergunta que as pessoas devem fazer é se perguntar: 'se eu fosse o meu funcionário, eu me daria um aumento?'. Se você estiver completamente confortável com a resposta de que sim, você merece, pode pedir", explica.

No entanto, há outros fatores que devem ser levados em consideração como resultados da sua equipe, momento da companhia e o setor que está que está inserida. A chave aqui é pensar como um líder: "de maneira ampla e entender que todo tipo de variação na estrutura organizacional faz parte de uma grande engrenagem, então aumentar o salário para uma pessoa impacta em uma série de outros fatores", diz Villalba. Se ainda assim, você achar que é o momento certo, vá em frente. 

Saiba também que ao ganhar mais você será mais cobrado e terá mais responsabilidades. "Por isso, você deve se comportar como alguém de uma posição mais alta. Não se trata de promoção, mas de exposição", explica o gerente sênior. Faça uma auto-avaliação: você se comporta como uma líder? É influente? Está sendo apostado como futuro gestor, diretor ou presidente? "Se você acha que se encaixa nessa descrição, peça aumento", diz.  

Outra dica valiosa antes de marcar a reunião com o chefe, para avaliar se você realmente merece um aumento é conversar com pessoas que admire para ouvir o que pensam sobre o seu trabalho. Dessa maneira você começa a entender o seu momento e se está bem posicionado para pedir um aumento. "As pessoas que mais aprendem são as pessoas que mais ouvem e não as que mais falam", ressalta Villalba. 

Em linhas gerais, a preparação começa semanas antes, quando a pessoa deve começar a reunir umas informações e dados, olhar o seu histórico e, na prática, reescrever o currículo pensando nos resultados que entregou. 

Quer juntar dinheiro sem pedir um aumento? Abra uma conta na XP. 

Transparência 

É muito importante que seu líder direto seja o primeiro a saber das suas intenções, ambos os lados devem ser profissionais. Converse com ele, diga que acha que merece. Não comente com pares, subordinados e outros superiores antes de comunicá-lo, porque isso certamente vai gerar conversa paralela. "Quanto mais transparente for a conversa com o chefe melhor é. Não tenha preconceito ou vergonha de falar sobre o assunto se estiver convencido de que merece o aumento", explica Villalba. 

Lembre-se que você não vai sair da sala com uma resposta imediata. "Eu nunca vi uma pessoa sair da sala de reunião com uma resposta positiva de cara, existe toda uma linha hierárquica e série de aprovações que vão acontecer. Isso toma tempo e segue processo de controle e até janelas para aumentos e promoções", explica Villalba. Então, tenha paciência para arrancar um "sim" do seu chefe. 

 

Contato