AO VIVO Trader mostra quando vale a pena operar Mercado de Ações e Mercado Futuro?

Trader mostra quando vale a pena operar Mercado de Ações e Mercado Futuro?

Salário mínimo: sindicalistas recuam, mas tentam reajuste para março

Centrais sindicais aceitam proposta de R$ 350, mas exigem antecipação do reajuste e mantêm correção em 10% no IR

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O reajuste do salário mínimo pode ser antecipado para março. Mas, para que isso aconteça, é preciso que o presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva concorde com o acordo firmado entre as principais centrais sindicais do País e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), em reunião realizada nesta quarta-feira (11).

Apesar de terem garantido que não abririam mão nem de “dez centavos” da proposta formulada na última terça-feira (10), os sindicalistas concordaram com a sugestão do Governo de elevar o mínimo para R$ 350, porém, desde que a correção ocorra em março (não em maio, como de costume) e que o próximo reajuste ocorra em janeiro de 2007.

Correção da tabela do Imposto de Renda

Aprenda a investir na bolsa

Os ministros do Trabalho, Luiz Marinho, da Previdência, Nelson Machado e o chefe da Secretaria Geral, Luiz Dulci, representando o Governo, sugeriram uma correção de 7% na tabela do Imposto de Renda (IR), mas as centrais decidiram não alterar sua reivindicação de 10%.

“Foram apresentadas duas propostas justas, uma eles terão que aceitar, ou a briga continua”, ponderou o presidente da Confederação Geral dos Trabalhadores (CGT), Antonio Carlos dos Reis Salim.

O novo acordo será apresentado ao presidente no dia 19, quinta-feira, às 11h, no Ministério do Trabalho.