Saiba se é prejudicial aceitar um emprego pensando em sair pouco tempo depois

Os motivos são variados, como realizar um MBA no exterior, ser chamado para trabalhar em outra empresa, entre outros

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O processo de seleção costuma demorar um certo tempo. As empresas analisam currículos, aplicam testes, realizam dinâmicas em grupo e entrevistas individuais. A escolha do profissional é trabalhosa para a empresa e cansativa para o candidato.

Apesar de ter conhecimento de todo este trabalho, alguns profissionais aceitam a proposta do novo emprego pensando em sair após um curto período de tempo na empresa.

Os motivos podem ser os mais variados, como realizar um MBA no exterior, ser chamado para trabalhar em outra empresa ou para atuar no setor público.

Aprenda a investir na bolsa

A psicóloga e consultora em Recursos Humanos do Grupo Soma Desenvolvimento Corporativo, Juliana Saldanha, declara não ser possível afirmar se esta situação é prejudicial para a carreira do profissional.

“Tudo depende de cada situação. O que a gente prega como ideal é que a carreira da pessoa seja desenvolvida junto com a empresa. Mas tem de ser considerado também que as pessoas têm necessidades financeiras”, diz.

Ruim para a empresa
Além disso, ela acrescenta que cada experiência de trabalho é importante para o profissional, independentemente do período em que permaneceu na empresa.

Já para as empresas, a saída de um profissional após um curto período de tempo é considerada ruim. “Neste caso, existe um gap de produtividade. Há ainda um custo, tanto de demissão quanto de contratação”, explica.

Falar a verdade
Para evitar constrangimentos e futuros aborrecimentos, a especialista indica que o candidato seja honesto com a pessoa responsável pelo processo de seleção. Diga a verdade sobre os planos futuros.

Em alguns casos, como estudar no exterior, a saída do profissional pode ser encarada pelo empregador como uma possibilidade de aprimoramento, aumentando as chances do profissional de voltar para a mesma empresa após a finalização do curso.

PUBLICIDADE

Seja qual for a situação, se o profissional sabe que irá deixar o emprego após um curto período, o mais indicado é que ele procure trabalhar em vagas temporárias. “Estas vagas têm justamente este foco. Esta é a melhor solução, não prejudica a empresa nem o profissional”, finaliza.