Ambiente de trabalho

Saiba em seis passos se seu chefe está mentindo

Você já teve a sensação de ser enganado por seu chefe? Veja 6 dicas para saber se seu chefe está mentindo

SÃO PAULO – Você já teve a sensação de ser enganado por seu chefe? Sair de uma reunião pensando que certa tarefa ou recomendação não significa exatamente o que foi dito é uma péssima experiência.

Em uma empresa perfeita, os objetivos e necessidades de todas as pessoas, de diretores a estagiários, estão alinhados. Além disso, aquilo que você ouve e vê é a realidade, ninguém mais está com segundas intenções, planejando a queda de outro colega. Infelizmente, companhias assim não existem e você precisa desenvolver a maturidade necessária para encarar esse tipo de situação.

Confira a seguir seis dicas que vão ajudar você a identificar quando seu chefe estiver mentindo ou com segundas intenções:

PUBLICIDADE

1. Procure “mas” e “porque” nas frases
Frases como “você faz um ótimo trabalho, mas só vai receber um aumento no ano que vem porque não consegui nada para esse ano” são perigosas. Aquilo que está entre o “mas” e o “porque” provavelmente é verdade, mas o resto é suspeito. Seu trabalho pode ser muito bom, mas ele não se empenhou para fazer o que é justo e reconhecer esse esforço. Os elogios, na maioria desses casos, servem apenas para “amaciar” o subordinado e tirar o foco da verdadeira questão.

2. Reconhecimento sem recompensa
Se você é promovido, recebe um bônus ou outro tipo de recompensa, o reconhecimento é legítimo. Mas se o reconhecimento não passa das palavras, só servem para um propósito: fazer com que a gerência aparente e sinta-se bem. Se isso faz com que você se sinta da mesma forma, muito bem, está na empresa certa.

3. Veja por outras perspectivas
Nem todos os chefes são iguais ou partem da mesma perspectiva sobre os fatos para agir. Para que você tenha uma visão melhor do que realmente acontece por trás das decisões de sue chefe é necessário ver como outros superiores agem. Procure analisar a postura de todos e não se concentre apenas em quem está no mesmo departamento que você.

4. Justificativas para demissão
Falar em reestruturação como se fosse algo completamente positivo e aceitável para todas as pessoas da empresa é uma grande mentira. Se seu chefe apresenta fatos como esse dessa maneira, fique com o “pé atrás”. Ele não é sincero, pois toda reestruturação passa por cortes e reajustes desafiantes que não devem ser tratados apenas por essa perspectiva.

5. Relatórios infinitos
Se um chefe decide separar determinado funcionário exclusivamente para fazer relatórios infinitos então é muito provável que esteja tentando fazer com que ele peça demissão. Caso contrário, esse chefe é louco por controle, obsessivamente detalhista ou tem alguma intenção oculta que o subordinado desconhece.

6. Ele não mente quando…
Seu chefe não está mentindo ou com segundas intenções quando ele pede que você justifique seu trabalho, projeto ou proposta. Se você deseja cumprir sua função e conquistar credibilidade é necessário passar por certas burocracias de controle, que incluem ouvir críticas construtivas e propostas rejeitadas.

PUBLICIDADE

Veja mais matérias de Carreiras no Universia.