Saiba como se comportar na faculdade, para não prejudicar a carreira

A forma como irá se comportar e a imagem que criará serão lembrados para sempre por colegas e professores

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Você passou no vestibular e, a partir de agora, sua vida será uma festa, certo? Errado! Não se esqueça de que a forma como irá se comportar, a imagem que criará e sua personalidade serão lembrados para sempre por seus colegas e professores, futuros contatos profissionais. As portas podem se abrir ou não. Então, cuide do seu estigma!

As festas e as amizades fazem parte dessa fase, mas não extrapole. Quem deixa de ir às aulas para freqüentar o bar, não ajuda nos trabalhos em grupo e tira notas ruins dificilmente será indicado para um posto de trabalho. E não seja ingênuo a ponto de achar que seu companheiro de festa irá arranjar um emprego para você, pois quem indica é responsável pela indicação.

A diretora da TGR (Talento Gerando Resultados), Eliane Sarcinella, alerta que cada uma de suas escolhas e atitudes irão impactar futuramente. “Hoje em dia, a gente sabe que o mercado funciona muito à base de indicação”, garante.

Desenvolve suas aptidões

Aprenda a investir na bolsa

É importante, já na faculdade, se desenvolver como indivíduo. Por exemplo, se você tem medo de falar em público e apresentar trabalhos, a faculdade é um ótimo lugar para melhorar isso. Tudo que conseguir aprimorar irá contar pontos lá na frente!

Nos trabalhos em grupo, faça tudo que se propuser a fazer e bem-feito. Se o grupo deixou tudo para você fazer sozinho, tente contornar a situação, mas, caso não seja possível, encare como uma oportunidade: fazendo mais, você aprende mais! Já se há alguém querendo mandar demais no grupo, e de forma injusta, a recomendação é enfrentar. Só não esqueça de fazer bem-feito sua parte, independentemente da situação.

Outra dica de Eliane é entender de forma clara quais são seus valores e objetivos de vida. “O jovem precisa ter um sonho que o motiva”, afirma, ao enfatizar a necessidade de pensar mais no longo prazo.