Saiba como os chefes descobrem as desculpas dadas pelos profissionais

Segundo especialista, as pessoas dão desculpas, principalmente, quando estão à procura de um outro emprego

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Para justificar algum erro ou algo que não saiu conforme o previsto, alguns profissionais acabam dando uma “desculpa” para o chefe, para os colegas e até mesmo para clientes. Para descobrir quais são as desculpas mais contadas pelos colaboradores, o Portal InfoMoney ouviu especialistas.

De acordo com a diretora da Projeto RH, consultoria especializada em Gestão de Pessoas, Teresa Gama, e a headhunter da Global Network, Simone Viana, entre as desculpas mais comuns contadas pelos colaboradores estão “eu me atrasei por causa do ônibus”, “não dormi direito esta noite”, “eu não estava bem”, “o pneu furou”, “estava muito trânsito”, “perdi todos os dados que estavam no computador”, “não recebi o e-mail”, “passei a noite no médico”, “meu filho/pais não estão passando bem”.

Verdade x mentira
Os fatos citados acima podem realmente acontecer e quase todos os profissionais estão sujeitos a eles. Entretanto, engana-se quem acredita que a desculpa dada só é descoberta se o pessoa confessar que estava mentindo.

Aprenda a investir na bolsa

“Não é possível afirmar no primeiro momento que aquilo seja uma desculpa. As desculpas acabam sendo descobertas pelos gestores devido à frequência em que ocorrem. Chegar atrasado devido ao trânsito pode acontecer com todo o mundo. Mas chegar todo o dia fora do horário já é outra coisa”, afirma Teresa.

Simone acrescenta ainda que quando o chefe escuta diversas razões para justificar um determinado assunto, alguns motivos acabam gerando desconfiança. “Principalmente no caso de profissionais que sempre chegam atrasados”, complementa.

Outro emprego
Segundo Teresa, no ambiente corporativo, além de tentar justificar algum “deslize”, as pessoas dão desculpas, principalmente, quando estão à procura de um outro emprego. Vale lembrar que como os processos seletivos costumam ser longos, inventar atrasos ou faltas muitas vezes seguidas pode gerar desconfiança por parte do líder.

A especialista diz ainda que muitas vezes com receio de contar sobre problemas pessoais ou de saúde, os profissionais acabam usando deste artifício. Nesta situação, para evitar que a situação piore no trabalho, a dica é que o colaborador esclareça sobre o que está acontecendo. Dependendo da empresa, às vezes é possível conseguir alguns dias de folga, trabalhar de casa ou compensar o período que estará fora de outra maneira. “Tudo é uma questão de conversa”.

A conversa também é indicada para o gestor tentar solucionar casos frequentes de desculpas. “O chefe deve conversar com o profissional, deixando claras as regras da empresa”, finaliza Simone.