Roupas: o que fazer quando a entrevista é inesperada?

Quando não está vestido para a ocasião, vale passar numa loja ou em casa para comprar ou trocar de roupa; se não tiver alternativas, avise o recrutador

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Na sexta-feira, normalmente casual day nas empresas, as pessoas costumam ir um pouco mais à vontade. Uma calça jeans escura e uma blusa ou camisa um pouco arrumada já bastam.

Agora imagine que, justamente neste dia, no meio da tarde, você recebe a notícia de que terá uma entrevista naquele emprego que tanto sonha à noite. Diante disso, o que fazer com seu visual?

Troque de roupa

Nas entrevistas, a aparência conta bastante. Vestir-se bem, sem decotes nem chinelos, significa que você leva a sério a ocasião, bem como a carreira.

Para quem quer realmente mudar de emprego, vale sair do trabalho e procurar um shopping ou uma loja mais próxima para comprar uma roupa nova. Apenas uma calça social pode “quebrar o galho” no momento de dificuldade.

Em alguns momentos, vale a pena passar em casa e mudar de roupa. Mas tenha em mente que isso pode fazê-lo se atrasar, o que não é muito indicado para um primeiro contato com a empresa. Por isso, ligue para a recrutadora e avise os motivos do atraso.

Mesmo traje

Pense bastante antes de escolher se apresentar com os mesmos trajes do trabalho. Nada de ir com sapatos sem saltos em uma entrevista, por exemplo, em um banco – instituições reconhecidas pela formalidade no ambiente de trabalho.

Mas, se não houver nenhuma opção, o mais importante é que você comunique o recrutador. Diga que está em trabalho e que não terá tempo de passar em casa para se trocar ou em algum lugar para comprar roupas.

Agora, nem pense em chegar na entrevista sem estar vestido para a ocasião e sem nem, ao menos, comunicar quem o espera. Isso pode causar choque e uma má impressão.