Reuniões: como se comportar na primeira vez?

Segundo especialista, as atitudes variam de acordo com o momento da carreira do profissional e do cargo para o qual a pessoa foi contratada

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Um dos maiores medos de quem está em início de carreira, ou mesmo de quem acabou de iniciar a trajetória em uma nova empresa, é participar de reuniões. Dentre várias questões que surgem nesta hora, está o receio de em algum momento se tornar o centro das atenções, o medo de falar algo impróprio e até a dúvida sobre se deve ou não emitir opiniões.

Além disso, em momentos como este, também é comum a seguinte pergunta: “O que o meu chefe espera da minha participação?”

De acordo com o consultor de RH (Recursos Humanos) da Human Brasil, Fernando Montero da Costa, as expectativas dos superiores variam de acordo com o momento da carreira do profissional e do cargo para o qual a pessoa foi contratada.

Aprenda a investir na bolsa

Início de carreira
Para quem está em início de carreira, por exemplo, é conveniente se portar como ouvinte e apenas se manifestar quando acionado, diz Costa.

A gerente de Responsabilidade Social e coordenadora da central de estágios da Gelre, Márcia Hipólito, concorda e sugere que a pessoa procure se preparar para a reunião.

“Se for falar, é preciso estar seguro, ser claro. Por isso, é bom saber um pouco do assunto que será tratado na reunião”, diz ela.

Novo na empresa
Já quem é novo na empresa, mas não está em início de carreira, explica Costa, pode enfrentar duas situações, dependendo do cargo para o qual foi contratado.

Se a pessoa for um assistente, técnico, analista, ou ocupar cargos semelhantes a estes, ela pode participar das reuniões agregando com experiências anteriores. Entretanto, espera-se que ela preste mais atenção do que fale.

Por outro lado, se o profissional novo na empresa for um gerente, espera-se que esta pessoa tenha uma participação mais incisiva e contribua com novas ideias e experiências anteriores.

PUBLICIDADE

Líder
No que diz respeito ao líder, observam os especialistas, cabe a este integrar o novo funcionário, chamando-o, por meio de perguntas, se for preciso, a participar da reunião.

Contudo, alertam, o líder deve ter sensibilidade para saber o momento certo de tomar tal atitude, e assim não constranger o novo membro da equipe.

Por fim, dizem os especialistas, independentemente de ser ou não a primeira reunião da carreira ou na empresa, para ter sucesso, é essencial que a pessoa seja clara, objetiva e traga ideias novas.