Rendimentos de executivos de finanças crescem apenas 3% este ano

Pesquisa da consultoria Hay Group mostrou que, no ano passado, salário-base mais bônus cresceram 21,3%

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os rendimentos dos executivos financeiros (CFOs) de grandes empresas nacionais cresceram apenas 3% este ano, ante um aumento de 21,3% no ano passado.

Os dados são do Top Executive Compensation, estudo da consultoria de gestão de negócios Hay Group, que considera rendimentos o salário-base mais os bônus recebidos pelos profissionais.

Para a edição de 2009, 2.689 executivos foram analisados, de um total de 227 empresas nacionais diferentes.

Remuneração

Aprenda a investir na bolsa

De acordo com o levantamento, quando analisado somente o salário-base dos executivos de finanças, o aumento foi de 11% neste ano.

Os incentivos de curto prazo desses profissionais, que incluem participação em lucros e resultados (PLR) e bônus, tiveram um aumento de 16% em relação ao ano passado, chegando a representar 94% do salário-base, o que significa que os executivos quase dobraram seus salários só por conta desses incentivos.

A pesquisa mostrou também uma queda de 3% na participação dos incentivos de longo prazo, como as opções de compra de ações, no pacote de remuneração dos executivos. Em 2008, esses incentivos representavam 49%, mas passaram a 46% neste ano.