Currículo

Redes sociais: veja como se comportar na internet na hora de concorrer a um emprego

Cuidado com o que é compartilhado nas redes sociais e evite comentários polêmicos

SÃO PAULO – Hoje em dia, para concorrer a um emprego, não basta ter um currículo atualizado. Os recrutadores estão cada vez mais utilizando a internet para conferir as redes sociais dos candidatos.

Ou seja, para se preparar melhor para a avaliação do recrutador, é preciso ter portfólio online, perfil no LinkedIn, e se comportar adequadamente nas redes sociais. As áreas que mais se preocupam com o perfil dos profissionais nas redes sociais são as de tecnologia e comunicação, principalmente as de publicidade e design quando se trata do Instagram.

Segundo o gerente de marketing da empresa de RH Talenses, o que é observado nos perfis dos candidatos depende do que a empresa está buscando, mas existem itens essenciais para não fazer feio nas redes quando se procura um emprego. “A receita básica para o sucesso, nesse caso, é de que o comportamento do candidato na rede social deve ser consistente com o comportamento na vida real”, explica.

PUBLICIDADE

De forma geral, a companhia quer saber que tipo de atividades o interessado à vaga de emprego realiza, quais são seus gostos, como se relaciona com os demais, sendo que essa avaliação pode ser feita por meio das fotos, posts, grupos de debate que participa, entre outros fatores.

A rede social ideal
Apesar de a maioria das pessoas estarem mais conectada ao Facebook e Twitter, a principal ferramenta para aqueles que procuram um emprego é o LinkedIn. A dica aqui é manter a página atualizada, mas não com o formato tradicional de currículo, aproveite para incluir links, publicações e cursos.

Confira abaixo algumas dicas para não fazer feio nas redes sociais ao buscar um emprego:

1- Não minta; coloque apenas informações verdadeiras sobre sua experiência profissional;
2- Use a comunicação adequada para cada tipo de rede social: LinkedIn, por exemplo, é profissional, enquanto o Facebook é mais informal; já o Instagram é algo mais visual.
3- Cuidado com o uso de palavrões, gírias e erros de português. Eles são vistos de forma negativa pelas empresas;
4- Não veja as redes sociais como um psicólogo, onde você pode reclamar de tudo e de todos. Se nem seus amigos te aguentam, a empresa também verá isso de forma negativa;
5- Evite falar mal de amigos, chefe e empresas. Falar mal de empregos antigos não é visto como algo positivo por nenhuma companhia;
6- Se está participando de um processo seletivo, não divulgue informações do processo para outras pessoas na internet;
7- Evite publicar posts sobre assuntos que não tem certeza se são verdade, e passe longe de comentários preconceituosos ou muito polêmicos;
8- Lembre-se: tudo o que for aberto, poderá ser visto pelas empresas. Restrinja o acesso apenas para amigos para ter um maior controle sobre as informações que compartilha;
9- Cuidado com fotos publicadas que podem denegrir sua imagem;
10- Mantenha os perfis atualizados.