Reclassificados do ProUni têm até esta segunda-feira para entregar documentação

Os alunos contemplados devem apresentar, à instituição onde obtiveram bolsa, documentação que comprove sua renda familiar

SÃO PAULO – O prazo para a confirmação dos dados sócio-econômicos dos candidatos convocados para a reclassificação do ProUni (Programa Universidade para Todos) termina nesta segunda-feira (20).

Os alunos contemplados devem levar, à instituição onde obtiveram bolsa, a documentação necessária para comprovar sua renda familiar mensal (até R$ 450 por pessoa para a bolsa integral e R$ 900 para a parcial).

Os candidatos ainda devem provar que cursaram o ensino médio em escola pública ou em escola particular como bolsistas integrais. Para o segundo semestre deste ano, o ProUni ainda disponibilizará outras 40 mil bolsas de estudo.

Divisão Regional

PUBLICIDADE

No primeiro semestre, mais de 91 mil bolsas em instituições particulares de ensino superior foram concedidas a alunos carentes. Deste total, 69,3% foram bolsas integrais e os 30,7% restantes, parciais.

São Paulo foi o estado que mais concedeu bolsas, 27.891 no total, sendo 19.170 delas integrais e 8.721 parciais. Na seqüência ficaram o Paraná, com 10.115 alunos contemplados (5.253 integrais e 4.862 parciais) e Minas Gerais, com 9.731 concessões (7.032 integrais e 2.699 parciais).

Bolsa Permanência

Os estudantes beneficiados com bolsa integral do ProUni que estiverem matriculados em cursos de carga integral ainda têm direito a uma bolsa em dinheiro, de até R$ 300,00 mensais.

Como estes alunos não têm condições de trabalhar, por estudarem em período integral, a ajuda destina-se a custear despesas com livros, material didático, transporte e alimentação.

De acordo com o Ministério da Educação, em três anos, cerca de 12 mil alunos receberão o benefício.