Emprego temporário

Quer trabalhar em alto-mar? Conheça mais sobre os trabalhos em cruzeiros

Salários variam de R$ 1.300 e R$ 2.900

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – Com o início da temporada de férias, as companhias de cruzeiros começam a procurar pessoas para trabalhar a bordo. Além de ser uma oportunidade para aqueles que pretendem ganhar uma renda a mais, os profissionais que desejam fazer carreira no setor de cruzeiros também podem se dar bem.

Em geral, os contratos variam de seis a oito meses, e o candidato precisa ser maior de idade – no caso de empresas americanas, a idade mínima aumenta para 21 anos –, nível intermediário de inglês e experiência na área em que deseja trabalhar. De acordo com a recrutadora regional para América Latina da Royal Caribbean, Sandra Farias, o trabalho a bordo de cruzeiros oferece uma grande oportunidade de contato com profissionais de diferentes nacionalidades. “Além disso, o profissional tem a possibilidade de se conhecer diversos países pelo mundo e aperfeiçoar o conhecimento de idiomas”, explica.

Remuneração
O salário costuma variar de US$ 600 a US$ 1.300 (R$ 1.334,70 e R$ 2.891,85, de acordo com a cotação do Banco Central do Brasil do dia 15 de julho de 2013), dependendo da área escolhida. O salário inicial para um tripulante do Grupo Costa, responsável pela Costa Cruzeiros e Ibero Cruzeiros, por exemplo, começa a partir de US$ 600 (R$ 1.334,70) – valor é referente aquele profissional sem nenhuma experiência prévia em trabalhar em navios. 

PUBLICIDADE

Na Royal Caribbean, os auxiliares de limpeza tendem a receber US$ 675 (1.501,54) – menor salário informado – e os seguranças recebem US$ 1.226 (R$ 2.727,24). Já os tripulantes que trabalham na cozinha têm um piso salarial de US$ 700 (R$ 1.557,15) e um teto de US$ 1.300 (R$ 2.891,85). Vale lembrar que alguns cargos ainda possuem o acréscimo de gorjetas.

As principais vagas nos cruzeiros são para trabalhar no bar, restaurante e cozinha, no cassino, em áreas de entretenimento, spa, segurança, área de vendas, ou seja, na lojas e boutiques dentro do navio, limpeza, atendimento médico, recepção, manutenção e fotografia.

Gastos
Os tripulantes não precisam pagar hospedagem, comida e assistência médica. Porém, de acordo com a Infinity Brazil, empresa de recrutamento para cruzeiros, dependendo da companhia, é de responsabilidade do profissional arcar com os custos de visto, passagem, exames médicos, passaporte e STCW (Curso Básico de Segurança de Navio, em inglês).

Temporada 2013/2014
A temporada brasileira de cruzeiros começa em outubro e as empresas já estão abrindo as vagas de emprego: a Infinity Brazil anunciou 300 vagas disponíveis – basta o interessado se inscrever no site da empresa –, assim como a Royal Caribbean que está disponibilizando 500 vagas – basta mandar o currículo para o e-mail recrutamento@rccl.com.br.

Já o Grupo Costa tem a previsão de contratar 900 profissionais brasileiros para os navios da Costa Cruzeiros e 500 para as embarcações da Ibero para a temporada 2013/2014 na América do Sul.

Vale a pena conferir também as agências de recrutamento Rosa dos Ventos Brasil e Portsides. Aqueles que não têm experiência em cruzeiros podem fazer cursos online pela Navio Online ou então acompanhar o site Jobnavio, do Grupo Costa, que reúne informações completas sobre a vida de quem trabalha a bordo e enumera as vantagens para quem quer começar uma carreira.