Quer fazer um MBA no exterior? Saiba o que avaliar e os cuidados necessários

Estudantes brasileiros são muito procurados pelas escolas por sua experiência em uma das economias mais dinâmicas

SÃO PAULO – Cursar um MBA (Master Business Administration) internacional está nos planos de muitos profissionais. Mas para dar um passo tão importante na carreira a pessoa tem de estar segura das suas escolhas. Para ajudar neste processo, o Portal InfoMoney conversou com o CEO do The MBA Tour, Peter von Loesecke.

Uma das principais dificuldades encontradas pelos profissionais é em relação à escolha do MBA. Para Loesecke, o candidato deve considerar a experiência acadêmica que deseja ter durante o seu curso. Ele deve considerar a duração do programa, orientação acadêmica e método de ensino. Além disso, ele aconselha ainda ficar atento em relação às opções de financiamento da universidade, além da localização da escola.

“Com há muitos fatores a considerar, é importante pesquisar os programas de MBA com cuidado. Há uma série de maneiras de fazer isso, incluindo conversas com ex-alunos, reuniões com representantes da escola de negócios em feiras, conferências e sessões de informação, visitas ao campus e pesquisas on-line”, explica.

PUBLICIDADE

Vantagem e cuidados de estudar no exterior
Segundo o especialista, estudar fora do país é vantajoso para os profissionais. Loesecke explica que uma pessoa com MBA internacional é altamente desejável para as empresas, especialmente as multinacionais. “Ter um MBA a partir de um programa reconhecido internacionalmente oferece um dos melhores pontos de entrada para as empresas”, diz.

Além disso, enquanto um aluno cursa um MBA internacional, ele terá também a oportunidade de ter conhecimentos em inglês fluente e de conviver com pessoas de outros países.

Sobre os cuidados de cursar um MBA internacional, além da universidade, o candidato deve considerar que tipo de carreira quer após a sua MBA. Loesecke alerta que se o candidato quer trabalhar no exterior, é importante pesquisar escolas que oferecem oportunidades para estrangeiros.

Em relação à família, se ela vier junto com o profissional, vale destacar que algumas escolas têm sistemas de apoio excepcional para famílias estrangeiras e proporcionam oportunidades de trabalho aos cônjuges.

Custos e como impressionar
Mas não basta somente escolher a universidade, a escola também decide se aceita ou não o aluno. Para impressionar na admissão, é importante estar atento a alguns cuidados. O primeiro é se vestir de maneira profissional para a entrevista. O segundo é pesquisar completamente os programas de interesse e buscar assuntos relevantes para tratar com os representantes, ou seja, perguntar sobre temas realmente importante e que não foram facilmente encontrados nas páginas das universidades na internet. Após o encontro, o profissional deve encaminhar um e-mail para os representantes das universidades para agradecer e reforçar o interesse em seu programa.

De acordo com o CEO, os estudantes brasileiros são muito procurados pelas escolas de negócios por sua experiência em uma das economias mais dinâmicas e diversificadas da América Latina. Além disso, estudantes brasileiros também têm um bom desempenho social com todas as culturas.

PUBLICIDADE

Sobre os custos, o especialista afirma que, nos EUA, os valores podem variar entre US$ 30 mil e US$ 100 mil. O valor depende da escola e da duração. Já na Europa, as mensalidades podem variar entre 35 mil euros e 50 mil euros, enquanto no Canadá o valor é de CAD$ 20 mil a CAD$ 60 mil.

The MBA Tour
A MBA Tour é considerada a maior feira internacional de MBAs do mundo. No Brasil, o evento ocorrerá em dois estados: Rio de Janeiro e São Paulo. Na capital fluminense, a feira começa nesta quinta-feira (4), já para os paulistas é no próximo sábado (6).

Os interessados terão a oportunidade de conhecer o programa de mais de 20 universidades da América do Norte, Europa e Ásia. Entre os destaques estão Yale University, York University – Schulich School of Business, Boston University, University of San Diego, Nanyang Business School Singapore, University of British Columbia, entre outros.