Queda de produtividade afeta 39% dos profissionais que irão trabalhar no fim do ano

Segundo pesquisa, 48% dos profissionais que trabalharão durante as festas aproveitarão para colocar tarefas em dia

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Um total de 39% dos profissionais que irão trabalhar no período das festas de fim de ano acreditam que serão menos produtivos, segundo revela pesquisa da Regus realizada com 12 mil profissionais em 85 países, incluindo o Brasil.

O motivo, ao contrário do que muitos podem imaginar, não tem qualquer relação com o fato da pessoa ficar deprimida ou abalada por não estar aproveitando com a família, ou por imaginar que outras pessoas estão descansando, mas sim, com a dificuldade de encontrar outros profissionais com quem há a necessidade de se relacionar.

“Os profissionais acabam dependendo de outras pessoas, de contatos externos, o que dificulta e acaba impactando a produtividade”, explica o diretor geral da Regus Brasil, Guilherme Ribeiro.

Aprenda a investir na bolsa

O que fazer para melhorar?
No geral, 48% dos profissionais que trabalharão durante as festas de fim de ano devem aproveitar esse período para colocar tarefas inacabadas em dia.

Assim, para que não haja uma diferença grande na produtividade, Ribeiro aconselha que estes profissionais procurem deixar para este período tarefas que exijam maior atenção e disponibilidade, como o fechamento de um balancete ou um planejamento.

Além disso, ressalta, o ideal é tentar adiantar o que precisa de outros profissionais e tentar deixar apenas aquilo que depende da pessoa para o período de festas.

Outra medida que pode ajudar a reduzir a queda de produtividade, completa o diretor geral da Regus, é a pessoa trabalhar mais perto de casa e ter flexibilidade de horário neste período.