Quase 80% dos brasileiros cursando MBA no exterior querem voltar ao País

Segundo pesquisa, número dos estudantes que queriam retornar ao Brasil em 2011 era seis pontos percentuais maior que em 2010

SÃO PAULO – De acordo com a pesquisa “O estudante de MBA em Escolas Internacionais”, realizada pela GNext Talent Search, 77% dos estudantes brasileiros que cursavam MBA fora do País tinham intenção de voltar ao Brasil em 2011.

O número é seis pontos percentuais maior do que o apurado um ano antes e 18 pontos percentuais superior ao registrado em 2009, quando 59% tinham interesse em voltar ao Brasil.

De acordo com o estudo, a crise global, o foco nos países emergentes e o bom desempenho do Brasil frente aos recentes eventos financeiros tiveram importante impacto na decisão dos estudantes de retorno ao Brasil logo após o MBA.

PUBLICIDADE

Perfil
Ainda conforme o estudo, quando o assunto é o perfil do estudante brasileiro que vai cursar MBA no exterior, a região Sudeste continua a ser o grande celeiro de alunos, devido a grande concentração de escolas conceituadas e bem classificadas pelo MEC (Ministério da Educação).

No geral, a região respondeu por 78% dos brasileiros que cursavam MBA no exterior no ano passado, enquanto o Nordeste ficou com 10%; Centro-Oeste com 4%; Sul, 7%; e Norte, 1%.

Nos Estados Unidos, 73% dos alunos brasileiros vieram do Sudeste; o Nordeste respondeu pela segunda maior concentração (14%). Já na Europa, a região Sudeste concentrou 84% dos estudantes, seguida pela região Sul, respondendo por 6%.

Por faixa etária, o estudo mostra que a maior parte dos estudantes (34%) tem entre 25 e 27 anos. O grupo das pessoas com idades de 30 a 32 anos ocupam a segunda posição em representatividade (29%), seguidos pelos alunos de 28 a 29 anos (24%), 33 a 36 anos (10%) e 24 anos (3%).