Quase 50% dos japoneses acreditam que renda irá cair no próximo ano

Apenas na Islândia o pessimismo quanto a própria renda é maior, já que 59% dos habitantes acreditam em redução

SÃO PAULO – Os japoneses continuam pessimistas quanto ao crescimento da própria renda nos próximos 12 meses, segundo indicou uma pesquisa da WiN (Worldwide Independent Network of Market Research), feita em 22 países.

Isso porque, 49% deles acreditam que a renda irá diminuir no próximo ano. O índice só não é maior que o apresentado pelos habitantes da Islândia, de 59%, e também contrasta com o apresentado pela Arábia Saudita e pelo Brasil, de 11% e 13%, respectivamente, os menores da pesquisa.

Poucos otimistas

Já considerando um possível aumento na renda nos próximos 12 meses, apenas 8% dos japoneses se mostraram otimistas quanto a isso. Mais uma vez, o resultado do Japão só não foi pior que o apresentado pela Islândia, onde apenas 7% das pessoas demonstraram esse otimismo.

PUBLICIDADE

Ainda entre os japoneses, outros 37% afirmaram que suas rendas deverão permanecer a mesma no período em questão. O índice é maior que o apresentado pela Islândia (31%), Rússia (33%) e Arábia Saudita (34%).