Quando vale a pena fazer um curso de especialização?

Quando se fala em currículo profissional, vale lembrar que todo aperfeiçoamento é válido, desde que conheça seus objetivos e suas condições de realizá-lo

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Definir uma trajetória profissional não é muito fácil. Ao ingressar na faculdade, é comum que o estudante tenha muitos sonhos e imensa vontade de aprender tudo quanto for possível. Mal ingressa no ensino superior e já idealiza sua pós-graduação. Porém, com o passar do tempo, acaba percebendo que não é tão fácil colocar suas metas em prática.

Optar pelo caminho do aperfeiçoamento profissional requer planejamento e muita vontade. Será que vale a pena fazer um curso de pós-graduação? Quando é o melhor momento para realizá-lo?

Primeiro ponto: planejamento

Claro que tudo que puder enriquecer o currículo é válido. Porém, você deve chegar a esta decisão com tranqüilidade, com plena consciência de que é preciso dar um passo de cada vez, sem precipitações. Para ajudá-lo, aí vão alguns caminhos.

Aprenda a investir na bolsa

Se você pretende mesmo prosseguir com os estudos, o ideal é que o faça logo que terminar a faculdade, para que você não perca o ritmo. Isso porque, com o tempo, é natural que inclua outros compromissos, outras prioridades em sua agenda, dificultando o seu retorno ao velho objetivo.

Porém, este é apenas um dos caminhos. Lembre-se de que cada pessoa vive a sua realidade e deve respeitá-la para a realização de seus sonhos. Este é o ponto: analisar qual a sua realidade!

Avalie sua faculdade

Caso esteja cursando o Ensino Superior ou já o tenha concluído, procure analisar cuidadosamente os conhecimentos adquiridos e se está satisfeito com sua trajetória até agora.

Questione-se, sem medo, se realmente gosta da carreira que escolheu. É mais comum do que você imagina a pessoa perceber que o curso realizado não era nada do que esperava.

Portanto, caso sua resposta seja negativa, analise o caso mais a fundo, procure mais informações sobre sua carreira e possibilidades de trabalho. Se ainda assim estiver desmotivado, não tenha medo de mudar. Há tempo para isso!

Em alguns casos, a especialização poderá lhe ajudar: você pode escolher um curso que complemente sua faculdade, mas que, ao mesmo tempo, abra novos horizontes em sua carreira!

PUBLICIDADE

Um exemplo: você concluiu o curso de tradutor e intérprete. Com o tempo, percebe que não se sente realizado executando estas atividades. Você pode, em sua pós-graduação, escolher algo voltado ao segmento de turismo ou hotelaria, o que unirá as duas áreas de conhecimento e lhe proporcionará boas, e diferentes, opções de atuação.

Como está seu emprego?

O fato de você já trabalhar ou não na área escolhida também é determinante. Fica muito mais fácil decidir o que fazer no futuro se você estiver no caminho certo. Sente-se realizado? Há perspectivas de crescimento na empresa onde atua?

Estes são aspectos muito importantes a analisar. Afinal, se você tem idéia de seguir com seus estudos, precisará de condições para isso. Por esta razão, é importante saber se sua carreira está realmente decolando.

Qual sua meta profissional?

Para que você possa se decidir quanto à pós-graduação, é importante que tenha em mente quais são seus objetivos. Um exemplo: se pretende apenas aperfeiçoar seus conhecimentos, estudar com outros profissionais da sua área e enriquecer desta forma o seu currículo, o caminho é a especialização.

Já se você quer assumir tarefas de gestão em sua área, talvez o mais indicado seja um MBA. Caso tenha a intenção de lecionar numa faculdade, precisará fazer mestrado. Atingindo este nível, você poderá pensar futuramente, no doutorado!

Observe sua vida pessoal

Para encarar mais alguns anos de estudo pós-faculdade, sua vida deve estar em ordem. Quem disser que uma coisa não tem nada a ver com a outra, está ligeiramente enganado.

Lembre-se de que você terá de se dedicar, e muito, a este novo objetivo, que vai exigir mais horas de empenho, tanto na instituição de ensino quanto fora dela, para a realização de trabalhos e preparação para provas.

Em que ponto está sua vida financeira?

Este é um aspecto, digamos, decisivo. Verifique sua real condição de realizar este sonho. O ideal é que você tenha se planejado ao longo do tempo para prosseguir nos estudos. Mas, como as coisas não estão fáceis para ninguém, analise o seu orçamento atual e verifique suas possibilidades. Informe-se também quanto às chances de pleitear uma bolsa de estudo ou de garantir outras alternativas para viabilizar seu objetivo.

PUBLICIDADE

Se, após analisar todos estes aspectos, você optou por começar logo a trilhar este caminho, ótimo. Porém, caso tenha chegado à conclusão de que este não é o seu melhor momento, aguarde.

O importante é estar realmente disposto a realizar algo. Portanto, não desista na primeira dificuldade. A trajetória é sim trabalhosa, mas isso não a tornará impossível. Planeje-se e bons estudos!