Dia dos Pais

Quando os filhos mudam de carreira para seguir os negócios do pai

Mudança somente costuma ser bem sucedida se o profissional tiver talento e interesse em continuar os negócios da família

SÃO PAULO – Por admiração ou até mesmo por necessidade, muitos jovens optam por seguir os passos profissionais de seus pais. Já diria o ditado: filho de peixe, peixinho é. E, de fato, quando o assunto são os negócios da família, a situação não poderia ser diferente.

Mas será que abandonar os próprios sonhos para dedicar-se à continuidade de um empreendimento familiar pode ser realmente uma boa ideia? Nem sempre, já que o sucesso dessa mudança dependerá prioritariamente de dois fatores: talento e disposição.

“A escolha apenas costuma ser bem sucedida quando o jovem tem talento e está disposto a seguir os negócios de seu pai”, diz o coach executivo e desenvolvedor de líderes, Marcelo Maulepes.

PUBLICIDADE

Segundo ele, antes da decisão, o ideal é que o filho reflita sobre todos os aspectos da situação. Ou seja, que ele pense o que tem a perder e a ganhar com a escolha. “Se a vontade do pai se sobrepor à do filho por imposição ou pelo acaso do destino, como por conta de um falecimento ou doença, certamente a escolha trará prejuízos, pois dificilmente algo que começou errado terminará bem”, diz o coach.

Falta experiência
Outro fator que pode ser prejudical nesta hora é a falta de preparo. Como tocar um negócio sem isso? Neste caso, a recomendação, se a sucessão for inevitável, é que o profissional procure se aperfeiçoar no segmento empresarial em questão se valendo de cursos para isso. E, deste assunto, o CEO da De Bernt Entschev Human Capital, Bernardo Entschev, entende bem.

Após ter exercido a profissão de medicina por mais de 15 anos, o mesmo abdicou da própria carreira para dar continuidade aos negócios do pai, Bernt Entschev. Contudo, para que essa nova missão se concretiza-se, o mesmo teve que investir em cursos de aperfeiçoamento para consolidar sua gestão.

“A adaptação à nova carreira e ao business não foi tão difícil assim. Eu tive a sorte de ter certas competências que consegui transpor para o novo cargo. Contudo, para aprender do zero a lidar com impostos e com toda a parte financeira tive que me especializar. Para isso, investi em cursos que me auxiliassem neste processo”, conta o CEO.

No caso de Entschev, a sucessão foi bem sucedida, e isso, mesmo com sua formação em medicina. “Da medicina eu trouxe a habilidade de realizar diagnósticos, a competência de tomar rápidas decisões e de lidar com situações difíceis”, diz o empresário que em seis anos de gestão ajudou seu pai a triplicar o faturamento bruto da empresa.

“Tínhamos 37 colaboradores e hoje temos 83. Além disso, de duas passamos a quatro unidades de nossa empresa no País”, comenta.

PUBLICIDADE

Trabalho é trabalho
E se você deseja trabalhar ao lado do seu pai, mas teme misturar as estações no ambiente profissional por conta da excessiva convivência, não se preocupe: o Portal InfoMoney preparou algumas dicas que podem ajudá-lo nesta questão.

1. Seja profissional: no trabalho tente ser o mais profissional possível e não misture as estações. A relação entre pai e filho deve ser mantida fora da empresa deixando para o ambiente empresarial a permanência de um relacionamento profissional. “Isso requer esforço e dedicação, começando pelo saber separar os “papeis” de pai e filho do ambiente familiar com o de diretores ou sócios na empresa”, diz Maulepes.

2. Faça um pacto: combine com seu pai como será a relação de vocês no trabalho e evite tratar de assuntos familiares na empresa. “Meu pai é hoje o conselheiro da empresa, mas mesmo no ínicio quando ele era o presidente tínhamos um acordo de que eu não teria nenhuma espécie de proteção por ser da família”, conta Entschev. Segundo ele, graças a essa relação, raramente tiveram algum tipo de discussão.

3. Pergunte: vá atrás das informações. Caso não saiba de algo, pergunte. Sempre haverá alguém disposto a orientá-lo. Não esqueça também da importância de realizar cursos de especialização. Somente assim você poderá se preparar para o trabalho.