Psicodrama ajuda no relacionamento entre empresa e profissional

Atividades de psicodrama permitem às pessoas entender o cotidiano do trabalho e encontrar soluções

arrow_forwardMais sobre

SÃO PAULO – O que é psicodrama? A palavra une “psique”, que é a alma ou o Eu, com “drama”, que é a ação, o que está por trás das cenas. Logo, a palavra psicodrama poderia ser traduzida como o “eu em ação”.

As psicólogas Joceli Drummond e Andréa Claudia de Souza explicam, no livro “Sociodrama nas organizações” publicado pela Editora Ágora, que o psicodrama nos ajuda a perceber as atitudes e ações que orientam as inter-relações no trabalho. A conclusão é que ele auxilia na busca de um norte, de desejos e de objetivos, nas dinâmicas relacionais.

Experiências

O psicodrama permite às pessoas entenderem o clima organizacional e mapearem suas próprias necessidades e as do grupo. Como consultoras de empresas, na gestão dos recursos humanos, elas citaram alguns exemplos no livro.

PUBLICIDADE

Em uma atividade com 20 participantes, realizada em uma empresa de prestação de serviços, elas contam que foi pedido aos profissionais que escolhessem um objeto da sala onde estavam que simbolizasse suas expectativas com relação ao término daquele trabalho de psicodrama.

“Todos apresentaram suas expectativas dando ênfase ao foco relacional. O relato que mais nos chamou a atenção foi o de um participante que usou uma lâmpada como metáfora, dizendo que, no momento, ela era de 40 watts, mas, após o trabalho, gostaria que a equipe se acendesse como uma lâmpada de 100 watts. Todos os participantes concordaram com a cabeça e alguns disseram: É isso aí”.

“Outros escolheram uma porta, de fechada a aberta. Outros tiveram uma expectativa mais técnica: cadeira com base sólida, quadro de escrever com maior conhecimento, entre outros”. Mas, como a questão da lâmpada se destacou mais, as perguntas dos diretores foram unânimes: por que o grupo estava tão pouco iluminado? É este tipo de resposta que o psicodrama se propõe a responder.

Resultados

Em outra atividade, os participantes se dividiram em quatro grupos. Cada um tinha que escolher uma música. Uma das canções selecionadas foi a Cotidiano, de Chico Buarque. Ela dizia: “Todo dia fazemos tudo sempre igual/ Acordamos às seis da manhã/ Com aquela preguiça descomunal/ Para enfrentar a braveza gerencial/ Oito horas continua sempre igual/ Os meus colegas pegando no meu pé…”.

A atividade de psicodrama permitiu que as pessoas fizessem muitas interpretações, que não seriam tão ricas se os profissionais somente conversassem sobre o cotidiano na empresa. Foram levantados temas como pressão por resultados, administração do tempo, desmotivação e liderança. O resultado foi que a empresa decidiu cultivar uma liderança situacional, em que há sinergia e co-responsabilidade na tomada de decisões.