ProUni: em apenas um dia, cerca de sete mil estudantes já se inscreveram

De acordo com o MEC, a procura dos estudantes pelo programa, que abriu as inscrições na última quarta, é grande

SÃO PAULO – De acordo com o Ministério da Educação (MEC), cerca de sete mil estudantes já se inscreveram para concorrer a uma das 108 mil bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni). As inscrições foram abertas a zero hora da última quarta-feira (29).

Para o primeiro semestre de 2007, serão oferecidas 64.719 bolsas integrais e 43.306 parciais (financiamento de 50% do valor da mensalidade), o que representa 18% a mais na comparação com o mesmo período deste ano. Apenas as áreas de ciências sociais, negócios (administração e marketing) e direito dispõem, juntas, de 52.952 bolsas.

Até cinco opções

Cada estudante pode definir uma combinação de cinco cursos e cinco instituições de ensino superior, sendo que essa opção pode ser reformulada ao longo do processo de inscrição, que será encerrado em 16 de dezembro.

PUBLICIDADE

Até lá, serão divulgadas simulações diárias com a menor nota necessária para se conseguir uma bolsa, considerados o curso e a instituição escolhidos frente à demanda. Desta maneira, o estudante pode modificar suas opções de acordo com as chances.

Novas formas de ingresso na universidade

Segundo o coordenador do ProUni, Celso Carneiro, o percentual de instituições de ensino superior que possuíam processo seletivo próprio caiu consideravelmente de 2004 (63%) até hoje (33%).

“Isso demonstra a confiança das instituições no processo seletivo adotado pelo MEC, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e também ilustra a qualidade dos alunos do ProUni”, explica Carneiro.

Para o ministro da Educação, Fernando Haddad, o acesso ao ensino superior deveria ser feito por meios alternativos, como o próprio Enem. “Muitas vezes, o desempenho no exame é mais adequado do que a própria prova aplicada pela instituição”, afirmou.