RADAR INFOMONEY Aposta em alta de ações da Suzano, Bolsa cai com temor na Europa e a "nova CPMF"; assista ao programa desta sexta

Aposta em alta de ações da Suzano, Bolsa cai com temor na Europa e a "nova CPMF"; assista ao programa desta sexta

Projetos de carreira: contar para todo mundo ou mantê-los em segredo?

Para especialistas, o ideal é se abrir apenas com pessoas de confiança. Professor acredita que o segredo ajuda a manter o foco

SÃO PAULO – Toda vez que a designer Renata Miwa, 21, contava a alguém algum projeto profissional, nada dava certo. “Agora, eu não conto mais nada sobre isso, exceto para minha mãe, uma pessoa de confiança”, diz. Muitos profissionais agem como ela: mantêm em segredo projetos profissionais e planos de carreira. Outros tantos contam, e em detalhes. Compartilhar projetos com amigos e, principalmente, com colegas de trabalho, contudo, é uma decisão que deve ser vista com cautela.

Para Renata, guardar esse tipo de informação é manter os planos longe do “olho gordo”. Mas os motivos para agir dessa forma podem ir além de evitar a inveja alheia. Para o professor de Gestão de Pessoas do Insper, Marcus Soares, permanecer em silêncio pode ajudar o profissional a manter o foco sobre o projeto. “Quando você compartilha esse tipo de informação, o projeto tende a perder força”, afirma.

Em tese, com foco, é possível manter a concentração e saber o que é preciso fazer para conquistar o emprego ou a promoção dos sonhos. E, com foco, conquistar os objetivos de maneira mais eficiente fica mais fácil. Em tese. A diretora da Lens&Minarelli, Mariá Giuliese, não acredita que exista relação entre não contar sobre o projeto profissional e a execução dele. “Não dá para ser categórico nesse sentido”, diz.

PUBLICIDADE

Para ela, o que determina a conquista do objetivo profissional é tê-lo bem definido. “Para colocar um plano em prática, é preciso definir esse plano, ter recursos para que ele funcione”, alerta.

Os riscos
Para os especialistas consultados pelo InfoMoney, é arriscado sair contando por aí todos os planos que se tem. “O risco é de as pessoas utilizarem essas informações indevidamente”, acredita Mariá. Dentro do ambiente de trabalho, o risco é de ser passado para trás. “Nesses casos, as pessoas do trabalho podem não ajudar”, completa Soares. 

Por isso, Renata evita falar sobre seus planos principalmente a pessoas da mesma área profissional. “Às vezes, a pessoa quer o seu bem, mas ela também pode querer aquela vaga tanto quanto você”, acredita a designer.

Normalmente, e até inconscientemente, quando alguém conta os projetos que tem quer saber o que os outros pensam deles e, principalmente, espera incentivos e palavras positivas. Porém, o profissional que age assim pode ouvir pontos de vista contrários aos planos. E que no fim podem atrapalhar o percurso rumo àquele objetivo.

Renata sente isso. Para ela, ter de dar explicações a todo o momento sobre o andamento de determinado projeto atrapalha. Ela conta que, quando não fala a ninguém sobre algum processo pelo qual está passando ou sobre algum projeto, ela se sente mais calma. “É como se eu não tivesse de dar satisfação a ninguém se eu fracassar”, diz. “Fico mais leve, sem aquele peso da responsabilidade de suprir a expectativa das pessoas”.

Por outro lado, elogios demais podem manter o profissional satisfeito, fazendo ele esquecer o mais importante: dar andamento ao projeto.

Contando os planos
“O profissional pode falar sobre seus projetos com as pessoas que decidem os assuntos relacionados a esses projetos”, afirma a consultora de Recursos Humanos da Career Center, Marisa Silva.

Muitas vezes, esses planos de carreira incluem mudança de área dentro da própria empresa ou mudança de emprego. Nesses casos, explica Marisa, os líderes do departamento para onde o profissional quer ir e a pessoa responsável por aquela tão sonhada vaga devem saber o que o profissional quer.

Nos demais casos, a consultora recomenda o silêncio, principalmente com relação aos colegas da mesma área e do mesmo nível na hierarquia. “Se for um ambiente muito competitivo, de repente, esse profissional pode ter menos chance que os colegas se eles também se candidatarem à vaga”, acredita Marisa.

“Dentro da própria empresa, não se pode comentar sobre esses planos”, afirma o professor Soares. “Não é recomendado”, ressalta. A questão, diz o professor, é estratégica. No mercado de trabalho, nem tudo pode ser compartilhado. “Você conta a quem está acima de você e não a quem está ao seu lado ou abaixo”, recomenda.

“Quando você consulta alguém, você demonstra alguma vulnerabilidade”, diz Soares. A observação serve principalmente para os líderes. “O líder vai perdendo a noção de compartilhar porque isso pode demonstrar fraqueza”, afirma o professor. Para ele, quanto maior seu poder na hierarquia, mais solitário você fica.  

Por isso, na hora de pensar em contar seus planos aos colegas de trabalho, analise antes se de fato as pessoas precisam saber sobre isso e se aquela pessoa a quem você quer contar seu segredo é de fato confiável. 

Projetos definidos
Dizem os consultores que a vantagem de manter os planos em segredo é que os riscos de eles desviarem do caminho é menor. Afinal, ninguém vai dar “pitaco”. Contudo, não há projeto que se conclua com a falta de…projeto. “Os profissionais devem fazer um plano de carreira de fato”, ressalta Mariá.

Ter tudo no papel ajuda a direcionar e até prever os caminhos pelos quais você tem de passar para conquistar o que quer. “Esse projeto faz parte do mundo ideal, que você vai ajustando de acordo com o mundo real. O importante é ter uma direção”.

PUBLICIDADE