Projeto propõe negociação de direitos trabalhistas para empregado com alto salário

Projeto de Lei prevê que trabalhador com salário mensal igual ou maior a R$ 4.800 possa negociar contrato de trabalho

SÃO PAULO – Basta perguntar para qualquer empresário brasileiro para constatar que a alta carga de encargos tributários presentes nas contratações trabalhistas se constitui em um dos maiores entraves da relação entre empresários e funcionários no país.

E quanto maior a remuneração desse assalariado, mais delicada se torna a questão para ambos os lados, já que o empregador deverá pagar maiores encargos e o empregado terá maior redução de seu pagamento para fins de contribuições tributárias.

Assim, o Projeto de Lei 3098/04, do deputado Sandro Mabel (PL-GO), propõe que o empregado de nível superior, com salário mensal igual ou maior a R$ 4.800, possa ter direito à livre negociação do contrato de trabalho. Esse valor, vale lembrar, corresponde a duas vezes o limite máximo do salário de contribuição da Previdência Social, atualmente fixado em R$ 2.400.

Negociação de contratos será opção do empregado

PUBLICIDADE

Segundo o deputado, o cenário atual do país ainda coloca muitos trabalhadores em posição de desvantagem perante o empregador, tornando a legislação protetora uma forma de maior segurança para muitos. Porém, “dar maior autonomia contratual a trabalhadores mais capacitados não significa subtraí-los da legislação trabalhista”, enfatiza Mabel.

“O Projeto pretende oferecer outras opções a esses empregados de alto nível, que podem, inclusive, optar por continuar tendo seus contratos inteiramente regidos pela CLT, se assim lhes convier.” As informações são da Agência Câmara.