Projeto iniciado no Rio garante emprego a quase mil jovens de baixa renda

Iniciativa deve garantir a contratação de jovens entre 15 e 24 anos por meio da Lei do Aprendiz

SÃO PAULO – Uma iniciativa dos empresários dos setores industrial e comercial do Rio de Janeiro, com o apoio do Ministério do Trabalho e Emprego, tem como objetivo inserir jovens de baixa renda no mercado de trabalho.

O projeto Movimento Voluntário Fluminense de Resgate Social pelo Trabalho é voltado para pessoas de 15 a 24 anos. Cerca de 950 jovens deverão ser contratados por empresas do estado do Rio de Janeiro, de forma direta ou por meio da Lei do Aprendiz, regulamentada no ano passado.

Legislação

O acordo foi firmado entre a Delegacia Regional do Trabalho e os empresários. O ministro do Trabalho, Luiz Marinho, disse à Agência Brasil que os jovens brasileiros necessitam de oportunidades de emprego.

PUBLICIDADE

“Ao longo da história recente do nosso país, a sociedade brasileira negou esse direito à nossa juventude. Portanto, nossa tarefa é resgatar a oportunidade de educação, aprendizagem, cultura e lazer”, afirmou.

Marinho ainda disse que a inserção de jovens de baixa renda é um benefício para a sociedade e que esperar que o projeto conte com a adesão de empresários de outros estados.

A iniciativa faz parte do Programa Nacional de Incentivo ao Primeiro Emprego, que já inseriu 5,9 mil jovens no mercado de trabalho no estado do Rio, segundo os promotores do programa.