Profissional: você sabe procurar emprego?

Primeiro indício para responder "sim" é ter critério no envio de currículos; além disso, analisar se está sendo chamado para entrevistas

SÃO PAULO – Buscar uma colocação no mercado de trabalho é mais difícil do que se imagina. Alguns começam mandando currículos sem critério, primeiro indício de que a pessoa não sabe procurar emprego.

“Tente adequar ao máximo o seu perfil com o da vaga que está concorrendo. Não adianta mandar 30 currículos para locais que não estão interessados na contratação. Isso não vai ter resultados”, disse a consultora de planejamento de carreira da Manager, Carina Daniel.

Termômetro: entrevistas

Outra medida que ajuda o profissional a medir se sabe mesmo procurar emprego é o fato de estar sendo chamado para entrevistas. “Se não estiver, alguma coisa está errada, desde o currículo até a forma como o enviou”, disse.

PUBLICIDADE

Nesse caso, Carina orienta os profissionais a buscar ajuda em uma empresa especializada em contratação. Como dica, ao enviar currículo pela internet, mande individualmente para cada empresa. Se for pessoalmente, vista-se com traje social para passar uma boa imagem.

Opções

Os profissionais têm diversos canais para buscar um emprego. O primeiro deles, e mais acessível, é o networking – ou a rede de contatos -, maneira mais fácil de conseguir indicações e saber de vagas abertas no mercado.

Outra opção são as empresas-foco. “São aquelas companhias que têm potencial para contratar o profissional, como empresas em que já atuou ou as concorrentes”, explicou Carina.

Além disso, o candidato ainda pode procurar ajuda nas consultorias, que ajudarão no comportamento do profissional, cadastrar o currículo na internet e, dependendo do nível, contatar um headhunter.