Profissional: saiba quando procurar o RH da empresa

De acordo com os especialistas, primeiro passo antes de procurar o RH é analisar qual papel o departamento exerce dentro da empresa

SÃO PAULO – Durante a trajetória profissional, existem situações que levantam dúvidas que o departamento de RH (Recursos Humanos) da empresa pode ou não ajudar a sanar. Entre os questionamentos mais comuns vivenciados pelos profissionais, estão os problemas de saúde, pessoal, pedido de aumento salarial, feedback do desempenho no trabalho, entre outros.

Para a consultora de Planejamento de Carreira da Ricardo Xavier Recursos Humanos, Karla Mara Alves de Oliveira, o primeiro passo antes de procurar o RH é analisar qual papel o departamento exerce dentro da empresa.

“Tem empresas em que o RH é seu parceiro, em outras, ele tem apenas um papel operacional, com foco mais em admissão e demissão”.

PUBLICIDADE

Se o RH exercer uma função mais estratégica dentro da organizações, na maioria das vezes, ele conseguirá orientar o funcionário, mas, se ele for somente operacional, a pessoa terá de procurar outros meios.

Procure o gestor
Mesmo se a empresa tiver um departamento de Recursos Humanos estratégico e preocupado com o desempenho dos seus colaboradores, a primeira pessoa que o profissional deve procurar, quando tiver algum questionamento ou problema, deve ser o gestor direto. É o que orienta o diretor da Regional Campinas da ABRH (Associação Brasileira de Recursos Humanos), Gilberto Sobrinho.

“O RH tem o conhecimento e o expertise para desenvolver os líderes. Os gestores devem ser orientados por ele para poder desenvolver e orientar os profissionais”, explica.

De acordo com Sobrinho, não conversar com o chefe primeiramente pode causar uma “saia-justa” ao colaborador, já que pode indicar falta de credibilidade do gestor.

Quando conversar com o RH
O especialista da ABRH acredita que o RH só deve ser procurado de imediato quando a pessoa tiver um problema relacionado diretamente com a chefia, como assédio moral e sexual e falta de ética do gestor.

Karla acrescenta ainda que o profissional pode procurar o RH para saber sobre vagas abertas internas, em que tem interesse em concorrer, dúvidas sobre cursos externos e treinamentos que podem alavancar a carreira e as regras internas da empresa, como a permissão ou não de namoro entre funcionários. “O ideal é procurar primeiro o gestor, porque, sem ele, o profissional fica sem alicerce. É muito melhor quando os dois [RH e gestor] trabalham juntos”, finaliza.