Profissional precisa ser prevenido para manter o cargo ou a empregabilidade

Segundo gerente de Novos Negócios e Relacionamento da Career Center, empresas procuram profissional inovador

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Para manter um bom nível de empregabilidade no mercado ou para continuar no atual emprego, o profissional precisa estar atento aos movimentos da sua área de atuação e também aos da empresa na qual trabalha.

“O profissional precisa ter a carreira nas suas rédeas e ficar sempre atento verificando se os seus objetivos de carreira estão sendo alcançados e se eles estão dentro do que a empresa espera”, afirma a gerente de Novos Negócios e Relacionamento da Career Center, Priscila D’Addio.

Priscila alerta que, se a comunicação chega ao profissional, esse é um bom indicativo, afinal mostra que ele está envolvido no contexto da empresa. Por outro lado, se esse profissional não é chamado para reuniões nem participa de movimentos estratégicos da empresa, é um sinal de alerta.

Perfil requisitado

Aprenda a investir na bolsa

Um outra forma de o profissional ganhar destaque na empresa ou no mercado de trabalho é por meio do desenvolvimento da habilidade de inovar.

“Atualmente, as empresas buscam profissionais com perfil inovador. Uma pesquisa feita informalmente com a base de clientes da Career Center revelou que 22% dos consultados admitem que têm dificuldades em inovar”.

Segundo Priscila, um profissional inovador traz diversos benefícios para a empresa, entre eles proatividade, comprometimento e, sobretudo, resultados. Além disso, no mercado, esse profissional é bastante valorizado.

Por que gerenciar a carreira?

Priscila afirma ainda que cada profissional tem uma maneira de conduzir a sua carreira, mas saber gerenciá-la é parte da responsabilidade do profissional moderno.

“Temos de lembrar que os nossos vínculos com as organizações mudaram e o autogerenciamento e a empregabilidade são atribuições de cada profissional. Exercitar essas tarefas demonstra comprometimento consigo mesmo e isso certamente será um diferencial na sua carreira e no seu desenvolvimento profissional”.

Como gerenciar?

Além de estar atento ao mercado, a empresa e ter um perfil inovador, o profissional precisa analisar outros aspectos que fazem diferença na gestão da sua carreira. Confira alguns abaixo:

  • Autoconhecimento – Analise resultados, competências e pontos fortes. Assim, aumentam as chances de se sobressair no mercado de trabalho. O recomendável é que o profissional busque a proatividade tanto para o seu desenvolvimento pessoal quanto para sua carreira;
  • Atualização – Procurar capacitação para assumir novos desafios é fundamental e isso pode ser alcançado por meio de cursos;
  • Networking – Manter uma rede de contatos sempre atualizada é essencial. Portanto, é hora de resgatar cartões de visita, abrir e estreitar novos canais de relacionamento. Uma ferramenta que pode auxiliar esse trabalho é a internet, por meio das redes sociais;
  • PUBLICIDADE

  • Marketing pessoal – É preciso também investir na comunicação pessoal e ter cuidados com as atitudes. “Não hesite em tomar atitudes diferentes, mas positivas, até que se tornem habituais. Busque exercitar habilidades políticas, elas nos ajudam a nos comunicar de forma adequada com o público certo, além de saber ouvir e ficar quieto quando necessário”, destaca Priscila;
  • Currículo atualizado – Manter o currículo sempre atualizado, com os resultados alcançados por período de forma concisa e objetiva, faz a diferença no marketing pessoal;
  • Flexibilidade – As empresas procuram profissionais que tenham flexibilidade para desenvolver diferentes atividades e que saibam conviver com situações inusitadas. Ao ter essa característica, o profissional pode ter novas oportunidades de atuação, ampliando os seus conhecimentos;
  • Trabalhar em equipe – Todas as empresas procuram profissionais com facilidade de lidar e trabalhar com outras pessoas, por isso essa é uma competência indispensável para a carreira.