AO VIVO Sócio da Arko e analista da XP avaliam o último debate entre Trump e Biden antes da eleição nos EUA

Sócio da Arko e analista da XP avaliam o último debate entre Trump e Biden antes da eleição nos EUA

Profissionais de Marketing são os que mais faltam em emendas de feriados

Segundo consultora da Catho Online, ao ter esta atitude por mais de uma vez, profissional pode ser demitido

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO- Ter três dias consecutivos de descanso é o sonho de grande parte dos profissionais brasileiros, o que só costuma ser possível com os feriados nacionais.

Mas o que fazer se a empresa não autoriza o feriado prolongado? Alguns profissionais simplesmente não vão ao trabalho! Este é o caso de 43,4% daqueles que atuam na área de Marketing.

Além disso, os profissionais de Tecnologia da Informação e Sistemas (42,3%) e de Finanças e Contabilidade (38,6%) também gostam de ter dias a mais de descanso, mesmo que isso seja descontado do salário. Os dados fazem parte da pesquisa “A Contratação, a Demissão e a Carreira dos Executivos Brasileiros”, realizada pela Catho Online entre março e abril deste ano, com mais de 16 mil profissionais.

Outras áreas

Aprenda a investir na bolsa

Em outras áreas, a falta nas emendas de feriado também ocorre. Em Recursos Humanos, 34,3% dos profissionais disseram que tomam a atitude, mesma proporção daqueles da área de Logística/Administração de Materiais e Compras.

Já 33,6% dos que atuam em Engenharia também afirmaram que faltam na emenda de feriados. Entre os profissionais de Produção/Fábrica e Indústria, o percentual é ligeiramente menor, de 30,1%. Também emendam os profissionais de Administração Geral (29,4%), Operações (28,4%) e Vendas (25%).

Consequências

Ao faltar, o profissional pode afetar a sua imagem tanto para a empresa quanto para os seus colegas de trabalho.

“Para a empresa, o profissional passa a imagem de que é um colaborador que ela não pode contar, que não está preocupado nem interessado com a companhia. Já para os colegas de trabalho, esse profissional é visto como descomprometido, sobretudo se o seu trabalho prejudicar o trabalho da equipe em geral. Além disso, a equipe pode excluir o profissional fazendo as famosas panelinhas”, alerta a consultora de Recursos Humanos da Catho Online, Glaucia Santos.

Além de passar uma imagem ruim, o profissional pode até ser demitido. “A empresa pode dar uma advertência e depois, se acontecer o mesmo erro, em outra ocasião, o profissional pode ser demitido por justa causa”, alertou Glaucia.

Negociações

Uma forma de o profissional não sair prejudicado e, ao mesmo tempo, descansar, é tentar a negociação com a empresa. Esse procedimento pode ser adotado dependendo da área de atuação.

PUBLICIDADE

“A área de Marketing é mais flexível. Logo, a empresa pode negociar turnos maiores durante a semana para compensar a ausência desses colaboradores no dia anterior ou posterior ao feriado. Já em áreas de vendas e de atendimento ao cliente, isso é difícil acontecer”, finaliza Glaucia.