Profissionais de finanças precisam atentar às relacões interpessoais, diz professora

Cada vez mais as empresas contratam perfis comportamentais e saber lidar com outras pessoas é um desafio dessa área

SÃO PAULO – Não há discordâncias no mercado de trabalho sobre o peso que conhecimentos técnicos têm no desenvolvimento da carreira de profissionais de finanças, controladoria e contabilidade. Contudo, as habilidades comportamentais ganham cada vez mais espaço em qualquer área em que se atua. No caso desses profissionais, não poderia ser diferente.

Para a consultora de Comunicação e professora de pós-graduação da Fipecafi, Nancy Assad, ao longo da formação desses profissionais sempre lhes foi exigido um conhecimento técnico sólido e, com isso, outras questões acabaram ficando de lado, principalmente aquelas relacionadas às pessoas. “Esses profissionais são altamente qualificados tecnicamente, mas sua formação não foi focada nas pessoas e sim nos produtos e serviços”, diz.

O problema desse cenário é que, como explica Nancy, o mercado mudou. E a ética que rege cada profissão também. De acordo com a professora, a ética é outro ponto deixado de lado pelos profissionais dessa área. Cabe ressaltar que a ética da qual a professora fala é a atitude que o profissional tem diante de outra pessoa durante suas atividades. “O profissional que hoje não é ético não está no mercado”, diz.

PUBLICIDADE

A força do comportamento
Muito se diz que profissionais da área financeira não precisam lidar com pessoas, mas com dados. Essa realidade já mudou, na avaliação de Nancy. “Eles trabalham com dados, relatórios e análises, mas a relação interpessoal é importante”, afirma. Importante, principalmente, para quem lida com esses profissionais.

A professora reforça que de nada adianta ter todas as informações em mãos, se o profissional não sabe lidar com outras pessoas para fazer valer tantos dados. “Sem essa competência, esse profissional não será competitivo”, assinala Nancy. “E esse é um dos maiores desafios desses profissionais”.

Ter ética nas relações
Saber lidar com as pessoas pode não ser grande desafio para muitos profissionais da área financeira. Mas, lidar com ética pode ser ainda mais difícil. Por isso, a professora indica um pequeno código de ética quando se tem de se relacionar com outras pessoas. Ele pode ajudar a alavancar a carreira. E serve para todas as áreas.

  • Respeite a opinião do outro e escute mais;
  • Leve em conta as necessidades e sentimentos dos outros;
  • Respeite as diferenças;
  • Seja honesto e tente resolver os problemas no momento em que eles aparecem;
  • Seja autêntico.