Profissionais com ganhos de R$ 5 mil a R$ 10 mil são os que se recolocam mais rápido

Segundo pesquisa, esta faixa salarial é a que apresenta maior percentual de pessoas que se recolocam em até um mês

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os profissionais com ganhos entre R$ 5 mil e R$ 10 mil são os que se recolocam com maior rapidez no mercado de trabalho, segundo revela pesquisa realizada pela Curriculum.

De acordo com o levantamento, os profissionais dessa faixa salarial foram os que apresentaram maior percentual de pessoas com recolocação em até um mês, 37,60%. Em seguida, aparecem os profissionais com salário entre R$ 2 mil e R$ 3 mil, com 36,90%.

De modo geral, independentemente da faixa salarial, o tempo médio de recolocação é de apenas um mês, conforme é possível verificar na tabela a seguir:

Recolocação em até um mês
Faixa salarialPercentual
De R$ 5 mil a R$ 10 mil37,60%
De R$ 2 mil a R$ 3 mil36,90%
De R$ 4 mil a R$ 5 mil35%
De R$ 1 mil a R$ 2 mil34,70%
De R$ 3 mil a R$ 4 mil34,50%
Acima de R$ 10 mil33,20%
Até R$ 1 mil29,70%

Aprenda a investir na bolsa

Motivos
Na opinião do presidente da Curriculum, Marcelo Abrileri, a recolocação rápida é reflexo do mercado de trabalho aquecido. Segundo ele, no passado, o tempo médio de recolocação variava conforme a média salarial, podendo chegar a cerca de dez meses para quem possuía ganhos de cerca de R$ 10 mil.

“Vemos agora praticamente os mesmos tempos para todos os níveis salariais. Isto acontece porque as empresas estão realmente precisando contratar e quem está em busca de um novo emprego consegue fazer isso em tempos bem menores do que antes (…) Antes, a recolocação demorava em torno de um mês para cada R$ 1 mil de salário. Por exemplo, quem ganhava R$ 2 mil levava cerca de dois meses para se recolocar, quem ganhava R$ 5 mil levava cerca de cinco meses, e assim por diante”, explica.

Para a pesquisa, a Curriculum entrevistou mais de 15 mil profissionais.