Problemas no trabalho? Veja como superá-los pessoalmente!

Quando os projetos não saem do papel e o ambiente está lhe prejudicando, não seja pessimista e tente reverter a situação

SÃO PAULO – Nem tudo o que queremos acontece no momento e do jeito que prevemos. O projeto atrasa e o fechamento do contrato tão sonhado é adiado. Com fatos como esses acontecendo diariamente e a pressão do chefe, fica difícil manter o equilíbrio.

Primeiro é um arquivo que não é enviado, um erro em uma apresentação e na entrega de um trabalho para o cliente. Quando você percebe, já está repleto de problemas. No entanto, eles não podem ser levados para todos os ramos de sua vida.

Não seja pessimista

É claro que sempre que há um problema, muitos falam que a vida está “uma droga” e que nada está dando certo. O ser humano, em sua grande maioria, define seu estado de acordo com os problemas, e acaba generalizando.

PUBLICIDADE

Veja o lado bom das coisas! Seu casamento está numa boa fase? O filho passou no vestibular? Seu orçamento está finalmente organizado depois de tantos cálculos e cortes realizados? Ser pessimista somente fará com que as coisas nunca melhorem: você será um eterno insatisfeito!

Tente reverter a situação

Apesar deste pequeno problema, sua situação na empresa está satisfatória? É claro que nem tudo pode dar certo, mas você precisa ver que, no mundo corporativo, em um dia se ganha, e no outro se perde. Nem sempre você terá o que precisa, mesmo com a pressão de seu chefe.

Neste caso, a melhor opção é negociar. Se o problema é um trabalho a ser realizado, exija maiores prazos ou um maior número de pessoas para ajudá-lo. No entanto, se o problema for de relacionamento, pense que tudo pode ser resolvido com uma boa conversa.

Divida os problemas

Desabafar ajuda na reflexão. Mesmo se não gostar de conselhos, apenas se abra com um amigo próximo e que possa entender sua situação. Marque um almoço ou um jantar para conversar sobre seus problemas, afinal, falar sobre ele o ajudará a aceitá-lo e vê-lo de diversas maneiras.

Caso prefira, leve sim para casa seu problema, mas com muita calma! Isso significa mostrar a situação em que se encontra para seu companheiro (a) ou aos filhos, na tentativa de receber apoio, e não descontar nessas pessoas as broncas que recebeu e todo o seu estresse.