Pressão dos pais para escolher profissão que não quer? Veja como dizer não!

De acordo com psicoterapeuta, conversar é o caminho para dizer não; cuidado com a rebeldia e a cobrança exacerbada

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Muitos pais impõem aos filhos uma escolha profissional. Em alguns casos, já colocam para o ainda adolescente a importância de assumir, por exemplo, o negócio da família. O problema começa quando ele não quer toda esta responsabilidade da empresa familiar nem seguir a profissão escolhida pelos pais. Diante desta situação, como dizer não?

De acordo com a psicoterapeuta Clarice Barbosa, em primeiro lugar, o filho precisa conquistar o espaço dele dentro da família, o que é mais difícil para uma personalidade passiva, que tem necessidade de ser aceita. O caminho para dar a resposta aos pais é por meio de muita conversa, mas com muito ‘jeitinho’, afinal, estará lidando com expectativas. Nada de esnobar a alternativa dada pelos pais. No futuro, você poderá mudar de idéia.

Um ponto importante, neste caso, é ter certeza de que não quer seguir aquilo que está sendo imposto. “O filho precisa ter certeza e tem gente que tem isso desde criança”, afirmou Clarice.

Rebeldia de adolescente?

Aprenda a investir na bolsa

Como a escolha precisa ser feita durante a adolescência, o processo se complica, uma vez que esta é uma fase de rebeldia, para muitas pessoas. Como saber se você se encaixa neste grupo? Uma maneira é analisar sua afinidade com as alternativas que está buscando, em relação à profissão a ser escolhida, e se está persistindo na questão.

Analise também o grau de maturidade com que está levando a questão. Pense se não está fazendo isto somente para afrontar a família.

Cuidado com a cobrança

Mas, se estiver certo de que não quer seguir o caminho que os pais desejam, saiba que não é obrigado a provar nada. “Se ele (filho) vai seguir outro caminho, a cobrança é maior dele mesmo. Ele pensa: eu tenho que acertar ou eu tenho que mostrar que tinha razão”, explicou a psicoterapeuta.

A certeza sobre o caminho só vai vir com o tempo e, enquanto isso, pode ser que você mude de idéia. Hoje, existe uma maior flexibilidade em relação a isso. “Tem muita gente que, com 20 anos, escolhe uma carreira pelo lado financeiro e, aos 40, muda por causa de uma realização pessoal, para ter qualidade de vida”.

Como saber se fez a escolha certa? “Quando uma pessoa segue um caminho e começa a ter projeção significa que está no caminho certo”, afirmou Clarice.