Postura adequada pode garantir vaga em processos de seleção

Ficar atento aos sinais emitidos pelo recrutador pode favorecer os candidatos que estiverem em busca de um emprego

SÃO PAULO – Em uma entrevista de emprego, estar atento aos sinais emitidos pelo entrevistador pode favorecer, e muito, os candidatos que quiserem obter sucesso em uma avaliação.

Por esta razão, observar os gestos, o comportamento e as perguntas feitas pelo recrutador podem não apenas servir de referência, mas também guiar o entrevistado durante um processo de seleção.

Mas não espere por uma fórmula secreta que possa garantir o sucesso dessa empreitada. De acordo com a diretora da Projeto RH, Teresa Gama, isso não existe.

PUBLICIDADE

“Não há uma receita que leve o candidato a uma entrevista de sucesso pleno. Mas é possível observar os valores e sinais que o entrevistador emite no encontro e adaptar-se ao seu estilo, visando manter uma boa sintonia no contato,” explica.

Sinais
Uma das maneiras de obter um resultado positivo durante a conversa está em fazer valer os conhecimentos do candidato sobre a empresa em questão, abordando como ela administra suas relações.

Outra dica valiosa está no respeito ao tempo do entrevistador. “O candidato deve permitir que o entrevistador estabeleça os assuntos que mais o interessam e a forma como as questões devem ser respondidas”, recomenda Teresa.

Mas não é preciso ficar nervoso na ocasião, afinal, na própria apresentação os recrutadores costumam informar como a entrevista será conduzida, detalhando aos candidatos qual será o método adotado na avaliação.

Avaliação do perfil
Durante a entrevista, o entrevistador avaliará diversos aspectos do profissional. Entre eles, estão a postura, a aparência, a expressão corporal e a comunicação. “O papel do consultor será extrair a essência e personalidade do candidato. Por isso, é natural que a conversa seja mais descontraída e o clima mais amistoso”, diz Teresa.

Contudo, é preciso atenção! Afinal, o candidato não deve se exceder na informalidade neste momento. Portanto, nada de brincadeiras durante a entrevista. A recomendação é que a conversa seja o mais amigável possível, lembrando que receptividade é diferente de falta de seriedade.