Postos de SP voltam a receber pedidos de seguro-desemprego até segunda

Determinação do STJ é de que 50% dos servidores continuem trabalhando normalmente, apesar da greve dos servidores

SÃO PAULO – Os atendimentos para a emissão da carteira profissional e para a entrada no seguro-desemprego deverão voltar a funcionar normalmente em todos os postos do Ministério do Trabalho, em São Paulo, até a próxima segunda-feira (24), informou o diretor do Sindsef-SP (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Federal do Estado), Pedro Luiz Paulino.

Em reunião realizada na quarta-feira (19) com o STJ (Superior Tribunal de Justiça), ficou determinado que 50% dos trabalhadores federais do Ministério continuarão trabalhando, principalmente na área de atendimento ao público, considerada essencial para os cidadãos.

“A emissão de carteira profissional e o seguro-desemprego nunca foram essenciais para a população. Não entendemos essa medida do STJ”, afirma Paulino.

Atualmente, das cinco unidades existentes na capital, apenas a Norte e a Leste estão funcionando. O posto central e sede do ministério, localizado na rua Martins Fontes, também se encontra inoperante.

Auxílio
Os atendimentos estão sendo encaminhados para as duas únicas unidades em funcionamento. Segundo Paulino, os servidores que atuam nos postos fechados estão auxiliando os cidadãos que se dirigem até lá a procurarem outros locais para os atendimentos.

A greve dos servidores da categoria, que já dura 44 dias, exige melhores condições de trabalho, além da criação de um plano de carreira específico para os funcionários.