Planos de saúde: empresas investem cada vez mais, para agradar seus funcionários

Coberturas para transplantes, laqueaduras e cirurgias para miopia são cada vez mais comuns nos planos das empresas

SÃO PAULO – As empresas estão apostando em planos de saúde com coberturas mais amplas para conceder a seus funcionários, revela a Pesquisa Mercer Saúde 2005, realizada entre agosto e setembro de 2005 com 310 empresas.

Coberturas para casos de transplantes (qualquer um), laqueaduras e cirurgias para miopia abaixo de sete graus, por exemplo, não são itens que, por lei, os planos de saúde tenham que oferecer, porém, estão incluídos nos planos de empresas.

De acordo com o estudo, 99,68% das empresas oferecem planos de assistência médica para seus funcionários. Apesar de 55,9% descontar uma contribuição mensal do empregado, uma parcela significativa (76%) dos planos pesquisados tem mais de 80% do custo coberto pela empresa.

Retenção de talentos

PUBLICIDADE

Apenas 25% dos brasileiros têm acesso a algum plano de saúde, por isso, esse benefício é uma das estratégias para a atração e a retenção de talentos. Trata-se de um diferencial, que faz, geralmente, as grandes empresas ficarem à frente no mercado.

Os profissionais consideram muito o plano de saúde ao analisar uma oferta de emprego. Ao se somar todos os benefícios, a remuneração para algumas vagas se torna muito maior que a de outras.

Além do mais, para evitar o afastamento do profissional por motivo de saúde, o que sobrecarrega toda a equipe, é necessário ter uma preocupação preventiva e constante com o bem-estar e a qualidade de vida.

Prevenir é o melhor remédio

Segundo o levantamento, 65% das empresas têm realizado campanhas de promoção da saúde, cujos principais temas são hábitos alimentares (49,2%), tabagismo (47,1%), controle de pressão arterial (45%) e condicionamento físico (40,8%).

Em relação aos dependentes, em 97,8% dos planos pesquisados, o filho é contemplado. O cônjuge feminino aparece com 97,5%, o cônjuge masculino com 80,9% e companheiros do mesmo sexo surgem com 8,7%.

A empresa concede um plano de saúde extensivo à família para dar mais tranqüilidade ao empregado e fazê-lo se sentir mais motivado e valorizado.