InfoMoney entrevista

Piloto da Nascar vai permitir que investidores sejam “sócios” da sua carreira

Conversamos com Marcos Gomes e Manuel Almeida para entender melhor o "Projeto Nascar"

SÃO PAULO – Normalmente quando pensamos em investir, algumas ideias vêm à cabeça: ações, títulos públicos, previdência, fundos de investimento, aplicações de renda fixa, entre outros. Mas, muito provavelmente, automobilismo não é uma das opções. 

Tentando “sair da caixinha” e financiar suas corridas, o piloto Marcos Gomes, campeão da Stock Car em 2015 e estreante na divisão de acesso da Nascar, em parceria com Manuel Almeida, ex-atleta olímpico e graduado pela Insper, criaram o “Projeto Nascar”, um programa de investimentos que visa financiar as competições de Gomes nos eventos da associação automobilística norte-americana. (Assista no vídeo acima)

PUBLICIDADE

Diferentemente da maioria dos pilotos, que financiam suas próprias corridas, a ideia de Marcos e Manuel é contar com um grupo de investidores para pagar as contas do brasileiro na categoria de base, para que, subindo na carreira, ele possa remunerá-los com o seu salário, premiações etc. Manuel explica que na categoria principal, os salários chegam a superar os de pilotos de Fórmula 1 – na casa dos US$ 10 milhões.

Inicialmente, o projeto está sendo financiado por amigos e familiares, mas ao objetivo é trazer sócios por meio de cotas para a temporada de 2019. “Eles querem trazer diversidade para a Nascar e isso tem ajudado bastante a entrada de novos pilotos”, contou Manuel em entrevista ao InfoMoney

Durante a entrevista, Gomes e Almeida comentaram sobre o projeto e revelaram as principais diferenças entre as maiores competições da categoria no mundo: Fórmula 1, Stock Car brasileira e Nascar, assim como os principais desafios. Para entender como funciona o investimento e a rentabilidade, confira a entrevista completa no vídeo acima. 

Quer investir melhor o seu dinheiro? Abra uma conta na XP