PIB mostra acerto na politica de correção do mínimo aprovada, diz Sarney

A economia brasileira cresceu 7,5% em 2010, o que corresponde a R$ 3,675 trilhões em valores correntes

SÃO PAULO – A economia brasileira cresceu 7,5% em 2010, o que terá reflexos positivos sobre o salário mínimo em 2012.

De acordo com o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), o crescimento mostra que foi correta a aprovação da lei que define a politica de valorização do salário mínimo até 2015.

A política de correção aprovada é baseada na variação do INPC (Índice de Preços ao Consumidor) acumulada nos 12 meses anteriores à correção, mais a taxa de crescimento real do PIB (Produto Interno Bruto) de dois anos antes.

PUBLICIDADE

“Era essa nossa argumentação desde o princípio, de que nós teríamos um PIB alto e que esse valor seria incorporado ao salário mínimo”, afirmou Sarney, segundo a Agência Senado.

PIB
De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o PIB brasileiro cresceu 7,5% no ano passado, atingindo R$ 3,675 trilhões em valores correntes.

“Isso para nós brasileiros é muito bom, porque mostra que estamos crescendo e começamos a atingir uma faixa que é a faixa dos países que mais crescem”, disse Sarney.

O aumento anual foi o maior desde 1986, quando o PIB também cresceu 7,5%.