Pesquisa revela que 52% dos brasileiros não têm fluência em outra língua

De acordo com os dados,18% disseram que são fluentes na língua inglesa e apenas 3% falam mais de três idiomas

SÃO PAULO – A maioria dos profissionais já deve ter ouvido em algum momento da vida que ter conhecimento em inglês deixou de ser um diferencial no currículo. Entretanto, apesar da necessidade, 52% dos profissionais não têm fluência em nenhuma língua e falam apenas o idioma materno.

Segundo a pesquisa realizada pela Trabalhando.com Brasil, 18% disseram que são fluentes na língua inglesa e apenas 3% falam mais de três línguas. No total, foram entrevistados 420 pessoas.

“As empresas, independente da área em que atuam, estão cada vez mais exigentes. Hoje, para cargos de coordenação, supervisão e gerência, as grandes empresas exigem profissionais que falem outro idioma, preferencialmente inglês e espanhol. Para concorrer à vaga de trainee, se o candidato não tiver fluência em outro idioma, ele nem participa do processo”, explica o diretor-geral da Trabalhando.com Brasil, Renato Grinberg.

PUBLICIDADE

Mentira no currículo
Grinberg alerta ainda para as mentiras escritas no currículo relacionadas ao conhecimento de outro idioma.“Canso de receber currículos em que o candidato afirma falar inglês intermediário, mas que, quando convocados para uma entrevista, desconversam e dizem que entendem, mas não falam. Há ainda os casos de inglês básico. Isso não existe. Inglês básico significa que o candidato não fala o idioma, então, não faz sentido colocar no currículo”.

Para o especialista, os profissionais que irão se candidatar a vagas ou participar de entrevistas de emprego que exigem fluência em outro idioma devem ter em mente os pontos abaixo:

  • Antes de se candidatar, verifique se o nível de fluência exigido pela vaga é o que você tem;
  • Na hora de atualizar o currículo, não minta. Coloque exatamente o que sabe; isso evita que você e o entrevistador percam tempo;
  • Somente coloque no seu currículo que possui vivência internacional, se você realmente morou um tempo fora ou viajou a trabalho. Viagens a passeio para a Disney ou de compras a Miami não contam;
  • Nos dias que antecedem a entrevista, tente assistir a filmes sem legenda, ler artigos e falar com colegas em outro idioma. Isso pode deixá-lo mais seguro;
  • Na hora da entrevista, fique calmo. Mostre ao entrevistador o que sabe.